CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Fim do mistério: Barcelona empresta Philippe Coutinho ao Aston Villa

Meia brasileiro reencontrará Steven Gerrard, seu companheiro no Liverpool, e hoje técnico da equipe inglesa

Por Da redação Atualizado em 7 jan 2022, 10h38 - Publicado em 7 jan 2022, 08h37

O destino de Philippe Coutinho foi selado nesta sexta-feira, 7, e não será o futebol brasileiro. O meia de 29 anos deixou o Barcelona e foi anunciado como reforço do Aston Villa, da Inglaterra, por empréstimo, até o fim da temporada. Em comunicado, o clube de Birmingham informou que o contrato “está sujeito à obtenção de uma licença médica e de trabalho” e “também inclui a opção de compra”.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

No Aston Villa, Coutinho reencontrará Steven Gerrard, que foi seu companheiro de meio-campo no Liverpool e hoje é técnico do 13º colocado da Premier League. “Eu não acho que alguém receberia o apelido de ‘Mágico’ se não fosse um jogador especial”, afirmou Gerrard, citando a alcunha do jogador e comemorando a negociação às redes sociais do Villa.

 

Continua após a publicidade

Outros clubes ingleses, como Arsenal, Newcastle e West Ham, chegaram a manifestar interesse no meio-campista, que também via com bons olhos a possibilidade de jogar um semestre no futebol brasileiro e assim ter mais chances de convencer Tite que merece uma vaga na seleção que disputará a Copa do Mundo no Catar, em novembro. O alto salário do jogador, no entanto, se mostrou um grande empecilho.

Coutinho viveu os melhores momentos de sua carreira na Inglaterra, atuando pelo Liverpool entre 2013 e 2018. Ele foi comprado pelo Barcelona por 120 milhões de euros, equivalente a 778 milhões de reais, na cotação da época, mas jamais conseguiu se firmar pela equipe catalã. Chegou a ser emprestado ao Bayern de Munique, pelo qual conquistou a Liga dos Campeões de 2020, mas o gigante alemão não quis exercer a opção de compra que tinha. 

Com contrato até junho de 2023 na Espanha, Coutinho tem 106 jogos e 26 gols marcados pelo Barcelona, que, em meio a uma enorme crise financeira, aguardava de sua saída para aliviar a folha salarial.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade