ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Fifa ‘The Best’ 2018: Modric é eleito o melhor jogador do mundo

Entre as mulheres, brasileira Marta levou o troféu pela sexta vez; veja como foi a premiação dos melhores do mundo da Fifa

Por Da redação Atualizado em 28 set 2021, 17h05 - Publicado em 24 set 2018, 14h34

Acabou o reinado de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi no futebol. O meio-campista croata Luka Modric, do Real Madrid, foi eleito o melhor jogador do mundo nesta segunda-feira, na cerimônia do prêmio The Best, concedido pela Fifa, em evento em Londres, na Inglaterra. Modric superou Cristiano Ronaldo (que surpreendeu ao faltar à festa) e Mohamed Salah, do Livepool — o egípcio, ao menos, ficou com o Prêmio Puskás, entregue ao autor do gol mais bonito da temporada. 

Entre as mulheres, a vencedora foi a brasileira Marta, que superou a norueguesa Ada Hegerberg e a a alemã Dzsenifer Marozsán. Com seis troféus de melhor do mundo, a atleta alagoana superou Messi e Cristiano como maior vencedora da história da premiação.

Modric recebeu 29,05% dos votos, contra 19,08% de Cristiano Ronaldo e 11,23% de Mohamed Salah. Entre as mulheres, Marta teve 14,73%, ante12.86% de Dzsenifer Maroszán, e 12,60% de Ada Hegerberg.

Confira a porcentagem completa de votos do Fifa ‘The Best’ 2018:

Durante a cerimônia, que contou com a participação de estrelas como Ronaldinho Gaúcho e Roberto Carlos, também receberam prêmios Didier Deschamps (melhor técnico do futebol masculino), Reynald Pedros (melhor técnico do futebol feminino), Thibaut Courtois (melhor goleiro), entre outros.

A seleção do ano contou com dois brasileirosDavid De Gea (Manchester United), Daniel Alves (PSG), Raphael Varane (Real Madrid), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Luka Modric (Real Madrid), N’Golo Kant´é (Chelsea), Eden Hazard (Chelsea), Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Juventus) e Kylian Mbappé (PSG).

Confira, abaixo, como foi o prêmio The Best 2018, da Fifa:


16h55 – Modric é eleito o melhor do mundo

O craque da Croácia e do Real Madrid foi eleito o melhor do mundo pela primeira vez, aos 33 anos, confirmando o favoritismo. Ele superou Cristiano Ronaldo (ausente na festa) e Mohamed Salah, do Liverpool.

“Boa noite, é uma honra e um sentimento bonito estar aqui com esse troféu incrível. primeiro queria parabenizar Cristiano e Salah pela grande temporada e que no futuro tenham outra oportunidade de disputar por esse troféu. E esse troféu é dedicado a todos meus companheiros de Real Madrid e seleção croata, todos os meus técnicos e funcionários, para minha família, eu não seria quem eu sou, e não chegaria até aqui sem eles. Obrigado aos meus torcedores em todo o mundo pelo amor e suporte que me dão, significa muito para mim. Queria agradecer ao meu ídolo de 1998 e presidente da nossa federação, Davor Suker, minha grande inspiração. Aquele time nos inspirou, nos fez acreditar que poderíamos fazer algo grande na Copa da Rússia. Espero que nós sejamos também uma inspiração para a próxima geração. Esse prêmio mostra que todos podem ser melhor do mundo se trabalharem duro e acreditarem em seus sonhos”, discursou o novo melhor do mundo.


16h51 – Marta é a melhor do mundo

A brasileira surpreendeu e venceu o prêmio pela sexta vez. A alagoana de 32 anos superou a norueguesa Ada Hegerberg e a meia alemã Dzsenifer Marozsán, ambas do Lyon. “Eu realmente estou sem palavras, é um momento fantástico. As pessoas me dizem que eu já estive aqui muitas vezes e sempre me emociono. Faço isso porque isso representa muito pra mim. Tenho de agradecer a Deus por me dar saúde para lutar em busca de meus objetivos, agradecer às minhas companheiras de clube e seleção, e aos fãs, jornalistas e companheiras que votaram em mim. É um momento mágico, obrigado”.

. YouTube/Reprodução

16h43 – Alfinetada nos ausentes

O apresentador Idris Elba brincou com a ausência de Cristiano Ronaldo e Messi, eleitos para o time ideal. “Estão faltando alguns caras que a gente não conhece”.


16h38 – O time do ano

A seleção ideal de 2018 tem dois brasileiros, Marcelo e Daniel Alves. Abaixo, o time completo:

David De Gea (Manchester United), Daniel Alves (PSG), Raphael Varane (Real Madrid), Sergio Ramos (Real Madrid) e Marcelo (Real Madrid); Luka Modric (Real Madrid), N’Golo Kant´é (Chelsea), Eden Hazard (Chelsea), Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Juventus) e Kylian Mbappé (PSG).


16h37 – Ronaldinho apresenta o ’11 ideal’

O ídolo brasileiro subiu ao palco com o ex-jogador alemão Michael Ballack para escalar a seleção do ano;


16h35 – Prêmio Fair Play

O atacante alemão Lennart Thy, ex-atacante do Venlo, da Holanda, venceu o prêmio Fair Play da Fifa. O atacante faltou a um jogo contra o PSV, pelo Campeonato Holandês, para doar sangue a um paciente que estava internado em estado grave com leucemia. O PSV venceu por 3 a 0, mas elegeu o Thy o melhor jogador da partida.

. John Sibley/Action Images/Reuters

16h31 – Peruanos vencem prêmio de melhor torcida

O Peru, que voltou à Copa do Mundo depois de 36 anos de ausência, venceu o prêmio de melhor torcida.

. Ben Stansall/AFP


16h27 – Os vencedores até o momento


16h22 – Mbappé agradece Pelé

Entrevistado na plateia, o atacante do PSG falou sobre as palavras de carinho que recebeu de Pelé. “Muito orgulhoso de receber os parabéns de uma lenda, um dos melhores de todos os tempos e isso o vai fazer se esforçar cada vez mais.


16h22 – ‘Don’t Look Back in Anger’

Noel Gallagher levanta o público com um dos clássicos do Oasis


16h20 – Pausa na premiação

Neste momento, são exibidas grandes imagens da temporada, com destaque para imagens da Copa do Mundo.


16h09 – Reynald Pedros é o melhor técnico do futebol feminino

O técnico do Lyon, campeão da Champions feminina, foi o vencedor da categoria e ressaltou as dificuldades vividas pelos profissionais da categoria. Ele superou a técnica Asako Takakura (Japão) e Sarina Wiegman (Holanda).

. John Sibley/Reuters

16h07 – Courtois é o melhor goleiro

O belga Thibaut Courtois, um dos carrascos do Brasil na Copa do Mundo, recebeu o prêmio de melhor do mundo e dedicou aos colegas de seleção e também do Chelsea – em julho, ele trocou o clube de Londres pelo Real Madrid.

. John Sibley/Action Images/Reuters

16h05 – Follmann na festa

O ex-goleiro Jakson Follman, um dos sobreviventes do desastre aéreo da Chapecoense, entregará o prêmio de melhor goleiro do ano, ao lado do holandês Edwin Van der Sar.

. John Sibley/Reuters

16h – Deschamps é o melhor técnico

O técnico da seleção francesa Didier Deschamps superou a concorrência de Zinedine Zidane (ex-Real Madrid) e Zlayko Dalic (Croácia) e venceu o prêmio de melhor técnico. Ele recebeu os prêmios das mãos do compatriota Arsene Wenger e dedicou o prêmio a Zidane, que foi seu companheiro no título de 1998.

. John Sibley/Action Images/Reuters

15h57 – Salah leva o Puskás

O egípcio Mohamed Salah venceu o prêmio de gol mais bonito do ano, marcado diante do Everton, no Campeonato Inglês. Ele concorria com Cristiano Ronaldo, Lionel Messi e Gareth Bale, e também o uruguaio De Arrascaeta, do Cruzeiro.

. John Sibley/Reuters

15h55 – Noel Gallagher piadista

O ex-integrante do Oasis, torcedor fanático do Manchester City, divertiu o público antes de apresentar os indicados ao prêmio Puskás com uma alfinetada no rival. “É uma honra estar diante dos melhores jogadores do mundo… e também alguns do Manchester United.”


15h49 – Marra?

. John Sibley/Reuters

Questionado sobre qual dos gols indicados ao prêmio Puskás gostaria de ter marcado, Marcelo citou um belo gol que fez, na semifinal da Liga dos Campeões, mas não foi indicado. “Acho que o gol que eu queria marcar, eu marquei, contra o Bayern”. Zinedine Zidane e Courtois disseram que gostariam de ter feito o gol de Gareth Bale, na final da Champions, contra o Liverpool


15h40 – Começa o evento

O apresentador Idris Elba inicia o evento relembrando a Copa do Mundo, com elogios a Kylian Mbappé, e piadas sobre o árbitro assistente de vídeo (VAR)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Assista, ao vivo, no Twitter da Fifa

. Ben Stansall/AFP

15h32 – Marta confia no ‘hexa’

Cinco vezes campeã, a brasileira Marta concorre novamente ao prêmio de melhor jogadora do mundo

. Dan Istitene/Getty Images

15h31 – Atrações musicais

Os cantores Noel Gallagher e Michael Dappah se apresentarão durante o evento de gala do futebol


15h29 – Família pronta para a festa

Favorito ao prêmio, Luka Modric posou para fotos com a esposa Vanjia e os filhos


15h24 -Estrelas em casa

Ídolos do clube local Chelsea, Didier Drogba, N’Golo Kanté e Eden Hazard posaram juntos no “tapete verde” da Fifa, em Londres


15h22 – Ronaldinho faz mistério

Vencedor do prêmio em 2004 e 2004, Ronaldinho Gaúcho chegou ao evento esbanjando carisma, mas não quis apostar em um favorito. “É uma honra já ter recebido esse prêmio e agora ser convidado para um evento tão importante. Todos os três indicados merecem vencer, pena que só um vai ganhar.”

. John Sibley/Reuters

15h15 – Salah sonha com o prêmio

. John Sibley/Reuters

O egípcio Mohamed Salah, do Liverpool, autor de 50 gols na temporada e um dos indicados ao principal prêmio da noite chega sorridente à festa


15h10 – Craques fazem pose no tapete vermelho


15h07 – Encontro de ídolos do Real Madrid

O zagueiro espanhol Sergio Ramos cumprimentou o ex-atacante brasileiro Ronaldo na chegada à premiação. Eles foram companheiros de Real Madrid no início de carreira do defensor

. John Sibley/Reuters

15h03 – Família Mbappé

. John Sibley/Reuters

O campeão do mundo Kylian Mbappé ficou de fora da lista de três finalistas, mas concorre ao time ideal do ano. O astro do Paris Saint Germain chegou à festa com seu pai Wilfried Mbappe


15h – Courtois quer prêmio

Outro carrasco do Brasil na Copa, o belga Thibaut Courtois chegou à festa e disse que espera ganhar o prêmio de melhor goleiro. Ele concorre com o dinamarquês Kasper Schmeichel e o francês Hugo Lloris.


14h54 – Os votos de Tite

“Rancoroso” Tite não votou em Hazard Carl de Souza/AFP

O técnico Tite, da seleção brasileira, revelou ter votado no croata Luka Modric como melhor do mundo, em entrevista coletiva no último mês. O técnico gaúcho deixou Cristiano Ronaldo apenas no terceiro lugar, atrás do egípcio Mohamed Salah. “Para o melhor do mundo, votei em Modric, Salah e Cristiano Ronaldo. Fica a menção ao Hazard. Deve ser raiva do que ele fez contra nós (em referência à eliminação do Brasil para a Bélgica na Copa do Mundo)”


14h50 – Carrasco do Brasil na área

O meia belga Eden Hazard, um dos destaques da Bélgica na vitória sobre o Brasil na última Copa do Mundo, marcou presença na festa. O camisa 10, por sinal está em casa, já que joga no Chelsea e vive em Londres.

. John Sibley/Reuters

14h45 – A elegância de Daniel Alves

Estiloso como de costume, o lateral Daniel Alves, do PSG, chegou à cerimônia ao lado de sua namorada, a modelo espanhola Joana Sanz.


14h39 – Cristiano ausente

Cristiano Ronaldo vai focar na Juventus Andreas Solaro/AFP

O português Cristiano Ronaldo não vai comparecer ao evento da Fifa nesta segunda-feira, mesmo sendo um dos três indicados ao prêmio de melhor do mundo, segundo informações do diário espanhol Marca e outros diários europeus.

O atacante da Juventus alegou que prefere ficar na Itália para se preparar para o próximo jogo da Juventus, contra o Bologna, na próxima quarta, às 16h (de Brasília). Crescem, no entanto, os rumores de que Cristiano já foi avisado de que não será o vencedor em 2018.


14h30 – ‘Bruxo na área’

O brasileiro Ronaldinho Gaúcho é uma das estrelas confirmada no evento. O ex-jogador postou uma foto nas redes sociais a caminho da premiação em Londres


14h28 – CBF apoia a ‘Rainha’

A Confederação Brasileira de Futebol usou suas redes sociais para declarar seu apoio a Marta.



14h22 – A Fifa convidou estrelas do futebol sul-americano para a festa: o argentino Pablo Aimar, o brasileiro Cafu, o colombiano René Higuita e o uruguaio Pablo Forlán.

 


14h20 – Perfil: Modric, o favorito ao prêmio

A ótima Copa do Mundo com a vice-campeã Croácia, além dos títulos europeu e mundial com o Real Madrid, coloca o meio-campista do Real Madrid como o principal favorito a vencer o prêmio da Fifa pela Primeira vez. O craque de 33 anos tem uma história de vida conflituosa – quando criança, se tornou um refugiado de guerra – e se consolidou como um dos melhores atletas de sua geração.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade