ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Fifa confirma árbitro de vídeo na Copa do Mundo da Rússia

International Board já havia aprovado a tecnologia, mas agora confirmou o uso dela no Mundial

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 28 set 2021, 22h14 - Publicado em 16 mar 2018, 18h52

A Fifa confirmou nesta sexta-feira o uso da tecnologia do árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) na Copa do Mundo da Rússia. O anúncio foi feito pelo presidente da entidade, Gianni Infantino, em Bogotá, na Colômbia, após a reunião do conselho: “Estamos estudando o assunto nos últimos dois anos. Talvez tenha sido o mais cético no início, mas fizemos muitas experiências que funcionaram.” O VAR será usado em lances de gol (se houver irregularidades como impedimento ou dúvida se a bola ultrapassou a linha), em pênaltis (marcar ou anular em lance duvidoso), cartões vermelhos (possíveis agressões fora do lance ou em caso de dúvida do árbitro) e na identificação de jogadores em caso de confusão.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

No VAR, quatro árbitros assistem ao jogo em uma sala, com diversos monitores, sem acesso ao gramado. Ao detectar um erro claro, eles avisam o árbitro em campo. Infantino garante que as paralisações serão rápidas. “Após analisar mais de mil jogos, a perda de tempo em média é de um minuto com o VAR. Por exemplo, nos laterais cobrados, a cada jogo, se perdem sete minutos.”

A Fifa, junto com a International Board, já havia decidido desde o último dia 3 que o árbitro de vídeo começaria a ser usado no futebol. Mas não haviam confirmado o uso na Copa do Mundo pois faltava ser aprovado em reunião pelo conselho. A Uefa, entidade responsável pelo futebol europeu, insiste que o uso da tecnologia é prematuro e que, por enquanto, estará fora da Liga dos Campeões.

“Um árbitro comete um erro importante a cada três jogos. Com o VAR, comete um erro a cada 19 jogos. A porcentagem de acerto sem é de 93%; com é de 99%”, disse Infantino. A Copa do Brasil será a primeira competição a testar a tecnologia no país, nos jogos a partir das quartas de final.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade