CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Fernando Diniz critica uso do VAR em derrota do Fluminense

Clube foi derrotado pelo Goiás, no Maracanã, e teve gol anulado pelo árbitro de vídeo

Por Gazeta Press Atualizado em 28 set 2021, 12h56 - Publicado em 29 abr 2019, 11h42

No vestiário do Fluminense havia muito inconformismo com as decisões da arbitragem na partida contra o Goiás. Na entrevista coletiva, o técnico Fernando Diniz disse que apoia a utilização do árbitro de vídeo no futebol brasileiro, mas que é incompreensível que se demore tanto tempo para tomar decisões que parecem simples, como aconteceu no jogo deste domingo, 28, em derrota de 1 a 0 para o Goiás, no Maracanã, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro

“O árbitro demorou a tomar decisões que pareciam claras e prejudicou o Fluminense, anulando um gol legítimo de Everaldo e deixando de marcar pênalti no lance do Bruno Silva”, afirmou o treinador.

O diretor executivo Paulo Angioni apoiou Fernando Diniz e disse esperar que a comissão de arbitragem da CBF esteja acompanhando o que vem acontecendo no futebol brasileiro. “É muita indefinição dos árbitros na hora de decidir”, disse o dirigente.

Veja a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

Angioni citou o lance do pênalti cometido pelo zagueiro Yago, do Goiás, que tocou a mão na bola, bem perto do árbitro Dewson Freitas. O dirigente disse que já está definido pela Fifa que mão na bola na área é pênalti e que a arbitragem levou uma eternidade para decidir marcar a penalidade,

Em relação ao gol marcado por Everaldo que foi anulado depois de outra consulta ao VAR, Angioni disse que o árbitro teve a chance de olhar o vídeo da jogada durante muito tempo e mesmo assim errou, anulando o gol marcado pelo Fluminense. “A minha opinião é que esses juízes estão atrapalhando o VAR”, disparou.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade