CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Felipão negocia com o Colo Colo, do Chile

Aos 70 anos, ex-treinador da seleção brasileira vê com bons olhos dirigir o clube chileno na Libertadores; elogios antigos a Pinochet pesam contra o gaúcho

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 27 set 2021, 10h51 - Publicado em 28 fev 2020, 16h13

Luiz Felipe Scolari pode voltar ao batente em breve. O treinador de 70 anos, sem clube desde que deixou o Palmeiras em setembro do ano passado, negocia com o Colo Colo, do Chile, time que disputa a Copa Libertadores de 2020. 

O assessor de Felipão, Acaz Felleger, confirmou a VEJA que as conversas estão em curso, sem dar mais detalhes. Ao diário chileno La Cuarta, o porta-voz do técnico disse que Felipão gosta muito do Chile pois já passou várias férias no país e tem interesse em dirigir o clube na Libertadores.

O jornal informa ainda que o argentino Gustavo Alfaro, que dirigiu o Boca Juniors na temporada passada, é o favorito da diretoria do Colo Colo, devido a pedida salarial bem inferior, mas que Scolari teria um trunfo a seu favor: a amizade com o ex-jogador Claudio Maldonado, ídolo do Colo Colo com passagens por São Paulo, Cruzeiro, Santos, Flamengo e Corinthians. Ele passaria a ser seu auxiliar no clube de Santiago.

O estafe do ex-treinador da seleção brasileira garante que Felipão não cogita a aposentadoria. Nos últimos meses, times da China, dos Emirados Árabes Unidos e do Catar, além de uma seleção da Concacaf (América Central e do Norte) o procuraram, mas as tratativas não avançaram.

Elogios a Pinochet pesam contra Felipão

O diário chileno La Tercera trouxe novidades sobre as negociações nesta sexta-feira, 28. De acordo com a publicação, uma antiga declaração de Scolari sobre o ditador chileno Augusto Pinochet (1915-2006) foi recordada por uma ala da diretoria contrária a sua contratação.

Em 1998, em entrevista à Rádio Jovem Pan, Scolari disse que “Pinochet fez muita coisa boa também”. “Ele ajeitou muitas coisas lá (no Chile). O pessoal estava meio desajeitado. Ele pode ter feito uma ou outra retaliaçãozinha aqui e ali, mas fez muito mais do que não fez”, afirmou o então treinador do Palmeiras. 

De acordo com o dirigente do Colo Colo, Ángel Maulén, “seria uma imprudência considerar este técnico sabendo dessas declarações”. O La Tercera, no entanto, afirma que Felipão segue bem cotado e que “seu currículo fala por si”.

 

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês