CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Ex-Bayern, Boateng pode pegar cinco anos de prisão por violência doméstica

Campeão do mundo em 2014 e atualmente no Lyon, punição pode ir de multa até cinco anos de detenção caso seja considerado culpado

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 17h16 - Publicado em 9 set 2021, 09h03

O zagueiro alemão Jérome Boateng, campeão do mundo em 2014 com a seleção alemã, foi intimado a comparecer ao tribunal de Munique nesta quinta-feira, 9, para responder as acusações de violência doméstica contra a mãe de suas duas filhas gêmeas. Os fatos teriam ocorrido em 2018, enquanto defendia o Bayern de Munique.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

A defesa do jogador de 33 anos, que nesta temporada acertou com o Lyon após uma década pelo clube alemão, nega que Boateng tenha agredido a antiga namorada durante uma discussão enquanto estavam de férias.

Zagueiro fez história após dez anos pelo Bayern -
Zagueiro fez história após dez anos pelo Bayern – Stefan Matzke/Getty Images

A pena máxima, caso culpado, é de até cinco anos de prisão. Um veredicto pode sair ainda nesta quinta e pode ir desde uma multa até detenção por menor tempo.

Além do julgamento, eles brigam pela custódia dos filhos. Boateng sempre negou as causações feitas pela ex-companheira chamando de “um assunto privado baseado em acusações não comprovadas de terceiros”.

Em fevereiro, o jogador ficou fora da disputa do Mundial de Clubes, vencida pelos alemães, devido a morte de sua ex-namorada, a modelo polonesa Kasia Lenhardt, com quem havia recém-terminado relacionamento. O caso também vem sendo investigado pela polícia alemã desde então.

À imprensa local, Kasia chegou a tratá-lo como um “demônio” e prometeu se pronunciar quando superasse o rompimento. Boateng, por sua vez, acusava Kasia, de 25 anos, de sabotar seu relacionamento com sua ex-mulher, com quem tem três filhos.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade