ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Eurocopa: Mbappé erra e Suíça derrota a França nos pênaltis

Após emocionante empate em 3 a 3, seleção suíça elimina a atual campeã do mundo, na Romênia

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h05 - Publicado em 28 jun 2021, 18h48

Em uma segunda-feira, 28, de jogos alucinantes, mais uma favorita deu adeus à Eurocopa. A Suíça eliminou a atual campeã mundial França nos pênaltis, por 5 a 4, após empate em 3 a 3 no tempo regulamentar pelas oitavas de final. A partida disputada em Bucareste, na Romênia, contou com roteiro dramático, virada e reviravoltas nos minutos finais e terminou com um erro da maior estrela da partida, o francês Kylian Mbappé.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Na próxima fase, a equipe suíça enfrentará a Espanha, que pouco antes eliminou a Croácia por 5 a 3, em Copenhague, no início do show de gols do dia.

Logo no início do confronto, após cruzamento de Steven Zuber, o atacante Haris Sefevoric abriu o placar para a Suíça. No restante da primeira etapa, a França buscou o domínio da bola para empatar o jogo, mas não chutou nenhuma bola no gol suíço.

Na segunda etapa, a ofensividade francesa abriu espaços para transições rápidas da Suíça. Assim, o jogo ficou movimentado. Logo aos oito minutos, Zuber sofreu pênalti. O defensor Ricardo Rodríguez foi o encarregado da cobrança, mas o goleiro Hugo Lloris impediu, com boa defesa. O cenário, então, se inverteu.

Dois minutos depois, Kylian Mbappé achou Karim Benzema entre os defensores suíços, que empatou o jogo. O psicológico do time da Suíça estava abalado e a França recuperou a bola no setor ofensivo e fez boa trama, que terminou em mais um gol de Karim Benzema, para virar a partida.

Quando a seleção suíça ameaçou mudanças na postura, Paul Pogba, em dia inspirado, acertou lindo chute de fora da área. Com 30 minutos do segundo tempo, o jogo já parecia liquidado, até Kevin Mbabu cruzar para Seferovic fazer seu segundo gol no jogo e descontar. Persistente, o treinador Vladimir Petković mandou ao campo mais atacantes. Funcionou, porque aos 46 minutos da etapa final, Mario Gravanović empatou, de maneira histórica. Ainda no tempo normal, Kingsley Coman acertou o travessão.

Na prorrogação, a intensidade do jogo continuou em alta, com transições rápidas para ambos os times. O cansaço físico expôs, ainda mais, as defesas, o que gerou emoção ao telespectador. Na disputa de pênaltis, após nove cobranças perfeitas, a Suíça se classificou após Mbappé perder o quinto pênalti da França. O astro do PSG deixou a competição sem nenhum gol marcado.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade