Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Em penúltimo, Grêmio anuncia saída de Felipão em comum acordo

Treinador de 72 anos deixou a equipe gaúcha após derrota para o Santos, com apenas 9 vitórias em 21 jogos

Por Da Redação Atualizado em 11 out 2021, 09h52 - Publicado em 11 out 2021, 08h54

A quarta passagem de Felipão pelo Grêmio chegou ao fim de forma melancólica. Após derrota para o Santos no último domingo, 10, o clube gaúcho e o treinador de 72 anos encerraram, em “comum acordo”, o vínculo após 21 partidas, com nove vitórias, nove derrotas e três empates. A equipe de Porto Alegre é a penúltima colocada do Campeonato Brasileiro e não disputa nenhum outro campeonato. Assim, a única briga agora é pela permanência na primeira divisão.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Sem vencer há quatro jogos (três derrotas e um empate), o clube gaúcho vive situação delicada na competição. Mesmo com alto investimento em jogadores como o atacante Douglas Costa e o lateral Rafinha, o time não encaixou e pouco conseguiu render na temporada. Felipão foi o terceiro treinador efetivo a deixar o Grêmio na temporada, se juntando a Renato Gaúcho e Tiago Nunes.

A saída do campeão do mundo em 2002 foi decidida ainda em São Paulo, após ser derrotado pelo Santos, candidato na briga pela permanência na elite. Junto a Felipão, os auxiliares Carlos Pracidelli e Paulo Turra e o preparador físico Anselmo Sbragia também não fazem mais parte do grupo. Para a próxima partida contra o Fortaleza, o time será comandado por Thiago Gomes.

Uma nova regra da CBF que estreou em em 2021 estabeleceu um limite de apenas uma demissão e uma contratação de treinador por equipe – no caso de uma segunda demissão, deve-se efetivar um profissional já empregado na agremiação. O mesmo vale para os técnicos, que só podem pedir demissão uma vez. A norma, no entanto, não vale para casos de desligamento “em comum acordo”, nos quais não é necessário pagar multa rescisória. Desta forma, o Grêmio, que já havia sido treinado por Tiago Nunes, poderá contratar outro treinador.

Continua após a publicidade
Publicidade