CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Em meio a insatisfação por Veron, Abel pode receber reforço de Endrick

Ponta está próximo do Porto, mas joia da base fica disponível a partir desta quinta, 21, quando completa 16 anos; Palmeiras, porém, não tem pressa

Por Guilherme Azevedo Atualizado em 20 jul 2022, 18h14 - Publicado em 20 jul 2022, 18h09

Depois de navegar em águas calmas no início do ano, parte da torcida do Palmeiras começou a se irritar após leve queda de rendimento no Brasileirão e a eliminação da Copa do Brasil. Além disso, nesta quarta-feira, 20, uma notícia foi o gatilho para reclamações contra a presidente Leila Pereira e a diretoria: a avançada negociação para vender Gabriel Veron ao Porto, a contragosto do técnico Abel Ferreira. Por outro lado, a próxima quinta-feira, 21, será de esperanças para o alviverde, pois Endrick, joia da base, completará 16 anos e assim poderá assinar seu primeiro contrato profissional e receber chances na equipe principal.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Líder do Brasileirão e dono de boa campanha na Libertadores, o Palmeiras não deve segurar Veron. Segundo o jornalista português Pedro Sepúlveda, da TV Sic Notícias, o clube brasileiro já aceitou vender o ponta de 19 anos, por 10,25 milhões de euros, equivalente a cerca de 57 milhões de reais. O valor foi acordado para ser pago em três anos, o que desagradou Abel Ferreira, de acordo com o portal Uol.

Em dezembro de 2020, encantado com o futebol do jovem, o treinador lusitano chegou a dizer que era “impossível Veron ser vendido por menos do que Neymar para o Barcelona”. Na semana passada, no entanto, o atleta recebeu multa e uma dura bronca de Abel depois de ser flagrado bebendo em uma casa noturna, na antevéspera do clássico diante do São Paulo. Na ocasião, disse ter perdoado o atleta pela indisciplina, mas ressaltou que “o Brasil carece muito na formação do homem.”

As redes sociais foram tomadas de críticas à diretoria e até mesmo ao próprio Abel, acusado por alguns torcedores de subaproveitar os jovens talentos da base (o caso de Patrick de Paula, vendido ao Botafogo foi o mais lembrado). A poeira pode baixar na Academia de Futebol com a iminente chegada de Endrick, apontado como a grande revelação do futebol brasileiro.

Garoto-prodígio

Endrick, de 15 anos, o grande nome do país em janeiro -
Endrick, de 15 anos, o grande nome do país em janeiro – Reprodução/Placar

Campeão e melhor jogador da Copa São Paulo deste ano, atuando contra atletas até seis anos mais velhos, o atacante canhoto é destaque das seleções de base e já vinha recebendo sondagens de gigantes como Barcelona e Real Madrid.

Nascido em 2006, em Brasília, Endrick realizou testes no São Paulo e no Santos, mas, aos 11 anos, assinou com o Palmeiras, único clube que aceitou pagar uma ajuda de custo à família – na verdade, contratou seu pai, Douglas Ramos, para atuar na faxina do clube. A história de Endrick foi contada e detalhes na PLACAR de fevereiro.

Continua após a publicidade

Autor de 16 gols em 17 partidas na temporada, por sub-17 e sub-20, o garoto completa 16 anos nesta quinta, 21 de julho, e a partir de então já pode ser utilizado na equipe profissional. Abel Ferreira, no entanto, sempre manifestou cautela quanto à inclusão do jovem atacante no plantel principal.

 

Em fevereiro, diante de apelos para que convocasse o jovem para disputar o Mundial de Clubes (o regulamento da Fifa permitia a presença de menores de 16 anos) Abel cortou a possibilidade logo de cara e aconselhou a joia a viajar para a Disneylândia, recomendação prontamente aceita por ele.

Endrick ao lado dos pais e do irmão mais novo em Paris -
Endrick ao lado dos pais e do irmão mais novo na Disney de Paris @endricki/Instagram

A gritaria por sua inclusão no elenco certamente vai aumentar, mas o planejamento do elenco profissional joga contra Endrick. Os atacantes Miguel Merentiel e ‘Flaco’ López, contratados recentemente, são o retrato disso. Segundo apurou PLACAR, pessoas que transitam no Palmeiras dizem que não há pressa na utilização do prodígio, apesar de ele “sobrar” nas categorias de base.

Abel Ferreira, com autonomia para escalar Endrick, comanda o Palmeiras em busca de mais uma temporada vitoriosa. O alviverde vai a campo nesta quinta-feira, 21, contra o América Mineiro, em Belo Horizonte, pelo Brasileirão.

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês