ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Em jogo com arbitragem polêmica, Atlético-PR e Palmeiras empatam em Curitiba

Jogo teve seis gols e duas expulsões

Por Redação PLACAR 18 nov 2015, 22h27

Atlético-PR e Palmeiras fizeram um grande e polêmico jogo na noite desta quarta-feira (18), em Curitiba. Com uma arbitragem que gerou muita discussão, os clubes empataram em 3 x 3 na Arena da Baixada.

O Atlético-PR saiu na frente com um minuto de jogo, em falha do lateral Zé Roberto. Sidcley cruzou nas costas do palmeirense para Marcos Guilherme abrir o placar.

No segundo tempo muito movimentado, com um Palmeiras melhor, graças a Gabriel Jesus, o jogo teve cinco gols. O Palmeiras empatou aos 9 do primeiro tempo, com Robinho. Gabriel Jesus recebeu lançamento, dominou com o braço e colocou a bola para dentro da área. A bola sobrou pra Robinho que finalizou e empatou o jogo. 

Aos 29, Zé Roberto cobrou escanteio na cabeça de Jackson, que virou para o Palmeiras. No fim do jogo, tanto Robinho quanto Jackson foram expulsos pelo árbitro. O primeiro por comemorar o gol xingando o juiz e o segundo por ter dado uma cotovelada em um adversário.

A partia mudou para o Atlético-PR aos 38, quando Ewandro entrou no lugar de Nikão. Um minuto depois, em um belíssimo chute, o jogador empatou o jogo. Aos 41, veio a maior polêmica do jogo. Falta para o Atlético-PR na intermediária do campo de ataque. Um jogador do Furacão ficou caído no gramado. Os jogadores do Palmeiras chegaram perto e conversavam com o árbitro. Daniel Hernández não levou isso em consideração e cobrou rápido a falta. O juiz deixou seguir. Ewandro, sozinho, já que os palmeirenses não estava ali, saiu na cara de Fernando Prass e fuzilou, virando o jogo novamente.

Os jogadores do Palmeiras perderam a cabeça, foram para cima do árbitro e o xingaram. Nenhum cartão foi aplicado. Aos 49, em grande jogada com Dudu e Gabriel Jesus, a bola sobrou para Vítor Hugo, que chutou para o gol. A bola ainda desviou em Alecsandro antes de entrar e dar números finais ao jogo.

Com o resultado, Atlético-PR e Palmeiras se mantém na mesma situação no torneio e praticamente já não brigam por nada nas rodadas finais.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade