CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Elano admite incômodo com Lucas Lima, alvo da torcida do Santos

Especulado no Palmeiras, meia foi mais uma vez vaiado na Vila e provocou a torcida após dar bela assistência na derrota para o Vasco

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 20 out 2021, 18h44 - Publicado em 9 nov 2017, 10h42

O técnico Elano não escondeu a sua decepção com o time do Santos após a derrota por 2 a 1 para o Vasco, especialmente com o meia Lucas Lima, que voltou a ter conflitos com os torcedores na Vila Belmiro, na noite desta quarta-feira.

Lucas Lima vem sendo vaiado na Vila há várias rodadas e provocou a ira dos torcedores ao levar a mão ao ouvido depois de dar bela assistência para o gol de Ricardo Oliveira, antes de o time carioca conseguir a virada. O jogador segue sem responder à proposta feita pela diretoria do clube para renovação de seu contrato, com vencimento em dezembro, e é especulado como possível reforço do rival Palmeiras para 2018.

Xingado por santistas na saída, Lucas Lima não deu entrevistas na saída do gramado. Ao ser questionado sobre a situação do meia, o técnico interino Elano evitou criticá-lo, mas prometeu ter uma conversa franca. “Eu queria poder falar tudo que eu acho (sobre Lucas Lima), mas por questão ética e respeito aos atletas, eu converso particularmente com eles e falo o que eu acho diretamente”, afirmou Elano, em entrevista coletiva.

Elano ainda afirmou que entende a revolta dos torcedores do Santos e evitou criticar até as cusparadas disparadas em direção ao campo. “Foi uma noite muito triste, o torcedor vai para a casa muito chateado. Não posso condenar os torcedores do Santos. Nunca fui só elogiado, também fui criticado quando jogava. Mas tenho certeza de que quem fez isso (cuspiu nos atletas) é minoria.”

Com a derrota para o Vasco, o Santos ficou na terceira posição do Brasileirão e viu a desvantagem para o líder Corinthians subir para nove pontos.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade