Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Diretoria do Corinthians não banca Jair Ventura e despista sobre Carille

Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do clube, deixou de garantir a permanência do atual treinador para a temporada 2019

Por Da Redação Atualizado em 28 set 2021, 15h57 - Publicado em 2 dez 2018, 22h50

O técnico Jair Ventura não conta com muito prestígio com a diretoria do Corinthians. Diferente do que havia afirmado em outras entrevistas, Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do clube, não garantiu o treinador no comando da equipe para 2019 após a derrota para o Grêmio, em Porto Alegre, nesse domingo, na última rodada do Brasileirão 2018.

“Nós vamos agora sentar essa semana com presidente e fazer uma análise desse segundo semestre do Corinthians. A gente sabe que o time deixou a desejar, foi muito abaixo, agora, com calma, a gente chegando em São Paulo a partir de amanhã (segunda), vamos conversar, e a gente passa para vocês se tiver novidade”, disse, em entrevista para a ESPN, antes de admitir a decepção com o trabalho desenvolvido pelo atual técnico.

“Lógico, tivemos uma final de Copa do Brasil, mas não dá para a gente achar o trabalho bom. Ninguém está satisfeito com a campanha no Brasileiro, por isso, temos de sentar, conversar e fazer o melhor para o Corinthians. A gente pede desculpa ao torcedor por esse fim de ano, o torcedor hoje fez uma grande festa, sempre apoiando o time, mais ainda quando não está bem, então, temos de trabalhar”, completou.

Apesar do acerto com Fábio Carille já estar encaminhado, o dirigente alvinegro adotou um discurso cauteloso. Não negou, mas evitou dar maiores detalhes e expor ainda mais Jair Ventura em público. “Isso eu sempre coloquei como especulação. Ele (Carille) tem contrato lá, isso depende de muitas coisas, dele conseguir sair de lá e agente definir o que vai fazer do nosso lado”, afirmou Duílio, em entrevista ao lado de Jorge Kalil, diretor-adjunto de futebol do clube.

Fábio Carille está no Al Wehda desde maio, quando deixou o Corinthians após um título do Campeonato Brasileiro e dois do Paulistão. A sua multa rescisória é de 700 mil dólares, cerca de R$ 2,8 milhões, valor que o clube deve depositar nas próximas horas ao time da Arábia Saudita.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade