CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Cristiano Ronaldo no Barcelona? Reforço espanhol indica negócio inviável

Clube catalão precisou diminuir salário do zagueiro Umtiti só para conseguir inscrever o atacante Ferran Torres, contratado do City

Por Da redação Atualizado em 10 jan 2022, 13h10 - Publicado em 10 jan 2022, 13h06

Com o Manchester United em crise, a imprensa britânica tem veiculado a insatisfação do astro Cristiano Ronaldo com o comando da comissão técnica de Ralf Rangnick. E nesta segunda-feira, 10, o jornal espanhol Sport publicou que o agente do craque, Jorge Mendes, vai oferecer sua contratação ao Barcelona, arquirrival do time onde CR7 brilhou na maior parte da carreira, o Real Madrid. Mas porque esse negócio é, atualmente, inviável?

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

O Barcelona passa por um momento de extrema dificuldade financeira. O principal problema é a folha salarial do elenco, que cresceu de forma descontrolada nas últimas temporadas e, com as perdas causadas pela pandemia, chegou ao ponto de causar a saída do ídolo Lionel Messi no ano passado: o clube simplesmente não tinha mais como pagar o argentino sem estourar o teto imposto pela liga espanhola, que leva em conta a precária saúde dos cofres da equipe.

Um caso recente ilustra como a chegada de um nome como Cristiano Ronaldo ao Barcelona, hoje, é praticamente impossível. O time catalão precisou fazer uma manobra financeira para conseguir registrar seu novo reforço, o atacante espanhol Ferran Torres, que veio do Manchester City. O contrato do zagueiro francês Umtiti foi renovado com um salário mais baixo, abrindo espaço na folha para o recém-contratado.

Philippe Coutinho é querido por Tite
Emprestado ao Aston Villa, Philippe Coutinho tem o maior salário do Barça – Eric Alonso/Getty Images

A situação é tão dramática que mesmo com o empréstimo de Philippe Coutinho ao Aston Villa, com o clube inglês pagando parte dos vencimentos do brasileiro, o Barcelona não havia conseguido liberar espaço suficiente para registrar Ferran. Coutinho se tornou o dono do maior salário do elenco após as saídas de Messi para o PSG e do francês Antoine Griezmann para o Atlético de Madrid no começo da temporada.

Portanto, é difícil imaginar que o clube poderia encontrar uma folga suficiente na folha salarial para contratar Cristiano Ronaldo. Segundo o jornalista italiano Gianluca Di Marzio, o português recebe 25 milhões de libras (192 milhões de reais) por ano no Manchester United, um custo ainda maior que o de Coutinho. Antes de uma reestruturação financeira ou de um relaxamento das regras salariais, os alvos imediatos do Barça no mercado deverão ser mais modestos.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês