ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Covid-19: clubes discutem retomada do Campeonato Inglês em campos isolados

As equipes querem evitar a perda milionária em cotas de televisão por causa da paralisação, mas solução proposta pode esbarrar em questões logísticas

Por Danilo Monteiro Atualizado em 23 set 2021, 22h31 - Publicado em 30 mar 2020, 18h27

Os clubes ingleses estão discutindo as possibilidades de retomar o campeonato nacional, paralisado devido ao surto de coronavírus, mas esbarram em algumas complicações. Segundo o jornal inglês The Independent, as equipes enxergam com bons olhos a ideia de disputar as nove rodadas restantes em campos isolados, em julho, contando somente com a presença dos funcionários responsáveis pela transmissão das partidas.

O planejamento foi feito para evitar a perda milionária de cotas de televisão, caso o Campeonato Inglês precise ser finalizado com antecedência, para não atrapalhar o andamento da próxima temporada, que começa em agosto. A ideia é terminar a atual temporada em um formato organizacional de Copa do Mundo, com isolamento dos jogadores em diferentes hotéis, mas com partidas disputadas em campos de treinamento, ao invés de estádios, e sem torcedores.

ASSINE VEJA

Coronavírus: a salvação pela ciência
Coronavírus: a salvação pela ciência Enquanto os melhores laboratórios do mundo entram em uma luta bilionária contra a doença, países trazem experiências bem-sucedidas para que a vida e a economia voltem à normalidade

Clique e Assine

Outro ponto decisivo da proposta é a gigantesca capacidade de entretenimento, pois as principais competições esportivas estão paralisadas, o que tornaria a Premier League um mega-evento esportivo mundial. O plano, porém, depende diretamente do isolamento social na Inglaterra, que tem objetivo de achatar a curva de infectados e evitar a sobrecarga dos hospitais. Em julho, a expectativa das equipes é de que o panorama do coronavírus no país seja mais brando, possibilitando um sistema mais rigoroso de testes da Covid-19 em jogadores.

Os clubes ainda enfrentam problemas para seguir com o plano, pois os hospitais provavelmente estarão lotados e precisando de médicos, que não são imunes à doença. Neste cenário, a presença de médicos em campo, obrigatória em jogos de futebol para prevenção da saúde dos atletas, será uma negativa para a imagem do Campeonato Inglês. As equipes também precisarão lidar com a logística de garantir o isolamento e testes a árbitros e cinegrafistas e trabalhadores responsáveis pelas transmissões.

O Campeonato Inglês está suspenso até o dia 30 de abril, mas o prazo deve ser estendido nas próximas semanas, dando ainda mais tempo para os clubes aperfeiçoarem as ideias da retomada da competição. O Liverpool, que jamais conquistou o campeonato em seu atual formato, lidera a Premier League com folga: 82 pontos contra 57 do vice-líder Manchester City.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade