CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Coronavírus pode impedir promessa de retorno de Neymar ao Barça em 2020

Jornais europeus têm dado destaque ao futuro do atacante brasileiro do PSG

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 22h26 - Publicado em 6 abr 2020, 13h20

Os campeonatos de futebol pelo mundo estão paralisados por tempo indeterminado em razão da pandemia de coronavírus. A parada já provoca caos financeiro inclusive entre os clubes mais poderosos do mundo e faz crescer as especulações sobre a próxima janela de transferências europeia. Nesta segunda-feira, 6, a imprensa francesa informou que a Covid-19 pode adiar as saídas dos atacantes Kylian Mbappé e Neymar do Paris Saint-Germain. Dois dias antes, um jornal catalão noticiou que o astro brasileiro assinou um acordo com o Barcelona, que para impedir que Neymar negociasse com o rival Real Madrid, se comprometeu a contratá-lo, no máximo, até o final de 2020.

Segundo o Mundo Deportivo, o pacto foi firmado em agosto do ano passado, quando o PSG escutava as ofertas de Real Madrid e Barcelona por Neymar –  acabaria negando ambas. “Ou volta este ano (2019), ou no ano seguinte, com certeza”, teria sido o combinado entre o clube catalão e o jogador brasileiro, que se arrependeu de ter trocado a Catalunha por Paris em 2017.

A situação, no entanto, pode se complicar devido à pandemia de coronavírus, já que não há nenhuma definição sobre quando os campeonato serão retomados, nem como e quando será a próxima janela de transferências, anteriormente marcada para o meio do ano. O L’Èquipe informa que a crise financeira do Barcelona, que teve de reduzir em 70% o pagamento de seus atletas para conseguir manter outros funcionários, é mais um entrave para o retorno de Neymar.

O L’Èquipe ressalta, no entanto, que, entre Neymar e Mbappé, a prioridade do clube parisiense é manter o atacante francês. Por isso, o PSG se mostra aberto a negociar uma venda parcelada do brasileiro, cuja multa rescisória é avaliada em 170 milhões de euros (cerca de 962 milhões de reais). Neymar vem passando a quarentena em sua casa em Mangaratiba (RJ) e na semana passada doou 5 milhões de reais no combate ao coronavírus.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês