Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Coronavírus: Goleiro Rustu, ídolo na Turquia, não está em estado grave

Segundo o ex-jogador Alex, seu companheiro de Fenerbahçe já deixou o hospital e se recupera em casa

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 23 set 2021, 22h30 - Publicado em 31 mar 2020, 12h16

Em tempos de coronavírus, com eventos paralisados e menos assuntos “quentes”, outro mal que costuma se alastrar é o da desinformação. O ex-goleiro Rustu Recber, um dos destaques da seleção turca na Copa de 2002 e com breve passagem pelo Barcelona, foi uma das vítimas de notícias, no mínimo, sensacionalistas. O ex-jogador de 46 anos contraiu a Covid-19, mas ao contrário do que informaram diversos grandes jornais europeus, não está em “estado crítico”.

“Rustu está com o vírus, mas está em quarentena na própria casa”, revelou a PLACAR o ex-jogador brasileiro Alex, que foi companheiro de Rustu no Fenerbahce, clube de Istambul do ambos são ídolos. “Ele esteve no hospital, mas agora já está em casa”, completou Alex, que mantém contato com o goleiro, espantando rumores que, aparentemente, nasceram da imprensa espanhola.

O diário espanhol Marca noticiou nesta terça-feira, 31, que “o estado de saúde de Rustu piorou nas últimas horas, segundo apontam da Turquia”, sem citar nenhuma fonte ou publicação. Em seguida, jornais turcos, como o Miliiyet, reproduziram a informação, dando créditos para o Marca. Rapidamente, a notícia se espalhou por portais de todo o mundo, cada um creditando um diário diferente.

Na Turquia, a esposa de Rustu, Isil, foi criticada por ter violado as regras de quarentena impostas no país ao retornar de uma viagem aos Estados Unidos, sem manter um confinamento de 14 dias. Há dois dias, quando Rustu ainda estava no hospital, ela fez um desabafo nas redes sociais.

“Meu único pedido é que as pessoas sejam um pouco mais conscientes e respeitosas no processo. Nos exames que fizemos, eu, minha filha e meu filho testamos negativos e apenas meu marido testou positivo. Por esse motivo, estamos em casa e não temos permissão de vê-lo no hospital. De fato, a coisa mais difícil é não estar com ele. Mas confiamos em Allah e nos médicos turcos e esperamos que isso passe também”, escreveu Isil.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

View this post on Instagram

İyi geceler; Sizlerle gerçeği en şeffaf şekilde paylaşırken daha güzel haberler vermek isterdim fakat üzülerek eşim Rüstü’yü COVİD-19 teşhisiyle hastaneye yatırmış bulunuyoruz.Herşey normal ilerlerken birden bire gelişen hızlı semptomlarla biz de olayın şokundayız.Kritik süreçler ve çok zor ,Allah benim değerli eşimle beraber tüm hastalara acil şifa kolaylık versin . Tek ricam şu süreçte insanların biraz daha vicdanlı ve saygılı olabilmeleri.Ailecek yaptırdığımız testlerde benim, kızımın ve oğlumun negatif sadece eşimin pozitif çıkmıştır. Bu sebeple bizler evde kendisi hastanede ve görüş izni yok.Aslında en zor olanı da bu yanında olamamak.Ama Allah büyük önce ona sonra Türk hekimlerine emanet, inşallah bu da geçecek..Telefonlarım kilitlendi dönüş yapamıyorum üzgünüm tüm sevenlere dostlara sizlere yürekten sevgiler.Dualarınızı eksik etmeyin lütfen bu çok önemli….#sengüçlüsünRR

A post shared by Isil Recber (@isilrecber) on

Rustu é considerado uma lenda do futebol turco. É o recordista de jogos pela seleção, com 120 participações, e foi eleito o segundo melhor goleiro da Copa de 2002, atrás apenas do alemão Oliver Kahn. Na ocasião, Rustu se destacou nas partidas contra o Brasil, na primeira fase e na semifinal, e terminou com a medalha de bronze, vencendo a anfitriã Coreia do Sul na decisão de terceiro e quarto lugar.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade