Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Com Messi e domínio inglês, conheça os 30 concorrentes à Bola de Ouro

Craque argentino busca a sua 7ª conquista pessoal e Neymar volta a figurar entre os finalistas após ausência em 2019; 12 jogadores atuam na Premier League

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 14h38 - Publicado em 8 out 2021, 14h32

A revista France Football divulgou na tarde desta sexta-feira, 8, a lista dos 30 nomes indicados ao tradicional e almejado prêmio Bola de Ouro, que voltará a ser entregue após um hiato na última temporada em decorrência da pandemia do novo coronavírus. O vencedor será conhecido no próximo dia 29 de novembro, em um evento de gala no Théâtre du Chatelet, em Paris.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Pelas redes sociais, a publicação revelou a cada cinco nomes os trinta jogadores escolhidos depois da votação de 180 jornalistas. Lionel Messi, último ganhador e recordista de conquistas, foi confirmado entre eles. A premiação também expôs o domínio da Premier League, considerada a competição nacional mais forte do mundo.

Ao todo, 12 jogadores que atuam na competição foram selecionados. Vale dizer que dois deles chegaram mais recentemente: Cristiano Ronaldo, do Manchester United, e Lukaku, do Chelsea, ambos vindos do futebol italiano.

Neymar e Messi na premiação de 2015 -
Neymar e Messi na premiação de 2015 – Matthias Hangst/Getty Images

Riyad Mahrez (Manchester City), N’Golo Kanté (Chelsea), Erling Haaland (Borussia Dortmund), Leonardo Bonucci (Juventus), Mason Mount (Chelsea), Harry Kane (Tottenham), Gianluigi Donnarumma (Milan e Paris Saint-Germain), Karim Benzema (Real Madrid), Raheem Sterling (Manchester City) e Nicolò Barella (Inter de Milão) foram os dez primeiros.

A lista seguiu com Lionel Messi (Barcelona e Paris Saint-Germain), Bruno Fernandes (Manchester United), Pedri (Barcelona), Luka Modric (Real Madrid), Giorgio Chiellini (Juventus), Kevin De Bruyne (Manchester City), Neymar (Paris Saint-Germain), Rúben Dias (Manchester City), Lautaro Martínez (Inter de Milão), Simon Kjaer (Milan), Robert Lewandowski (Bayern de Munique), Jorginho (Chelsea), Mohamed Salah (Liverpool), César Azpilicueta (Chelsea), Romelu Lukaku (Inter de Milão e Chelsea).

Cristiano Ronaldo (Juventus e Manchester United), Gerard Moreno (Villarreal), Phill Foden (Manchester City), Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain) e Luis Suárez (Atlético de Madri) foram os últimos cinco indicados revelados.

  • Neymar volta a figurar na lista após ficar ausente em 2019. Na ocasião, três brasileiros foram indicados: o goleiro Alisson, o zagueiro Marquinhos e atacante Roberto Firmino. O brasileiro fez 17 gols e distribuiu oito assistências em 31 partidas pelo PSG. A temporada sem grandes títulos de seu clube, no entanto, inspira pouca confiança por uma inédita conquista pessoal.

    Continua após a publicidade

    Não há – até o momento – nenhum grande favorito para levar o troféu. PLACAR tentou explicar as credenciais de cada um dos principais postulantes em matéria publicada na última quarta-feira, 6.

    O último a levar o prêmio foi Lionel Messi, em 2 de dezembro de 2019. Antes dele, só Luka Modric, um ano antes, ousou fazer frente a hegemonia disputada palmo a palmo com Cristiano Ronaldo.

    Disputa pela Bola de Ouro está em aberta nesta temporada -
    Disputa pela Bola de Ouro está em aberta nesta temporada – Fatih Erel/Getty Images

    Em 2020, a revista francesa optou por fazer uma versão diferente, o troféu Bola de Ouro Dream Team, que escolheu o time ideal de todos os tempos. A seleção final, após indicações divididas entre defensores, meio-campistas e atacante durante todo o mês de outubro, teve a presença de três brasileiros: Cafú, Pelé e Ronaldo.

    Os 10 melhores foram eleitos por 140 jornalistas de todo o mundo. A premiação também abriu uma votação popular em seu site (que não teve peso no resultado). A equipe histórica foi escalada no sitema 3-4-3: Lev Yashin (Rússia); Cafu (Brasil), Beckenbauer (Alemanha), Maldini (Itália), Lothar Matthaus (Alemanha), Xavi (Espanha), Pelé (Brasil), Diego Maradona (Argentina), Lionel Messi (Argentina), Ronaldo (Brasil) e Cristiano Ronaldo (Portugal).

    Essa foi a primeira vez desde a criação do prêmio, em 1956, que a revista francesa optou por não entregar o Bola de Ouro ao melhor jogador da temporada alegando que o período foi totalmente comprometido pela pandemia.

    Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

    Continua após a publicidade
    Publicidade