CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Clubes argentinos se unem e pedem justiça pela morte de Lucas González

Jogador de 17 anos atuava na base do Barracas Central e morreu na quinta-feira, 18, após ser baleado por policiais civis depois de sair de treino no clube

Por Da Redação 19 nov 2021, 15h46

Clubes argentinos se mobilizam e pedem justiça pela morte de Lucas González, 17 anos, jogador das categorias de base do Atlético Barracas Central, clube de Buenos Aires da segunda divisão argentina. O adolescente foi baleado na cabeça por policiais à paisana momentos depois de sair de um treino no clube. Por meio de redes sociais Boca Juniors, River Plate, Defensa y Justicia, San Lorenzo e outros times do país manifestaram solidariedade à família e pediram por justiça. 

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

O jovem estava internado em um hospital nos arredores de Buenos Aires após ser atingido por duas balas na cabeça na última quarta-feira, 17. Segundo informações do jornal Olé, ele estava em um carro com mais três pessoas quando policiais à paisana, em outro carro, pediram que parassem. Os mesmos teriam ficados assustados e avançaram com o veículo. Houve disparos e o adolescente foi atingido na cabeça. Os policiais foram afastados das suas atividades.

Após a confirmação da morte de Lucas uma onda de mensagens de solidariedade invadiram as redes sociais. Clubes argentinos, jogadores e ex-atletas pediram justiça pelo ato brutal.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN! 

Continua após a publicidade

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade