ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Champions: Dortmund passa com novo show de Haaland; Juventus é eliminada

Norueguês foi o destaque do primeiro classificado às quartas de final do torneio; Sérgio Oliveira fez os dois da classificação do Porto sobre os italianos

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 20h20 - Publicado em 9 mar 2021, 18h57

Borussia Dortmund e Porto são os dois primeiros clubes classificados para as quartas de final da Liga dos Campeões da Europa. Nesta terça-feira, 9, conduzidos por nova atuação decisiva do atacante norueguês Erling Braut Haaland, autor de dois gols, a equipe alemã empatou por 2 a 2 com o Sevilla, no Signal Iduna Park, em Dortmund. Os português perderam para a Juventus por 3 a 2, na prorrogação, no Juventus Stadium, em Turim, mas passaram pela regra do gol fora de casa e confirmaram presença na próxima fase da competição europeia.

O Dortmund já havia vencido por 3 a 2 o primeiro confronto, em Sevilha, no último dia 18 de fevereiro. Curiosamente, na ocasião, a equipe dirigida pelo técnico alemão Edin Terzic também conseguiu o triunfo em atuação decisiva, com dois gols de Haaland, que agora soma 20 bolas na rede em apenas 14 partidas na Liga, média de 1,42 por jogo.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Com os gols, o jogador de 20 anos se tornou o mais jovem a alcançar a marca na história, números superiores as médias dos atacantes Lionel Messi, do Barcelona, e de Cristiano Ronaldo, da Juventus, maior artilheiro da Liga dos Campeões da Europa. A vitória também consolida um novo bom momento da equipe alemã que venceu cinco dos últimos seis jogos disputados, o único tropeço foi a derrota por 4 a 2 para o Bayern de Munique, no último dia 6, em jogo válido pela 24ª rodada da Bundesliga.

Na partida, o Dortmund marcou aos 35 minutos do primeiro tempo, em jogada construída por Marco Reus, que terminou com a finalização de Haaland. O jogador voltou a marcar aos 8 minutos do segundo tempo, de pênalti, em lance que contou com intervenção do VAR.

O Sevilla chegou a ensaiar uma reação heroica, com dois gols do atacante En-Nesyri, aos 22 e aos 50 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu o terceiro gol, que levaria o confronto a prorrogação.

UOL Esporte Clube | Assine e acompanhe transmissões de grandes jogos e programas esportivos de onde você estiver.

Porto se classifica na prorrogação

Cristiano Ronaldo deixa o campo após eliminação da Juventus contra o Porto
Cristiano Ronaldo deixa o campo após eliminação da Juventus contra o Porto Valerio Pennicino/Getty Images

No outro jogo desta terça-feira, o Porto, que venceu a partida de ida em Portugal por 2 a 1, precisou da prorrogação para eliminar a Juventus, na Itália. O time do técnico Sérgio Conceição perdeu pelo mesmo placar no tempo normal, mas marcou um gol nos 30 minutos adicionais e viu o placar final ficar em 3 a 2 para os italianos – a equipe se classificou por ter marcado um gol fora a mais.

O Porto foi melhor no primeiro tempo e abriu 1 a 0 com gol de pênalti do meia Sérgio Oliveira. No início da segunda etapa, Federico Chiesa empatou, após bola ajeitada por Cristiano Ronaldo. A situação ficou pior para os portugueses após a expulsão do atacante Mehdi Taremi, que irritado após falta marcada, chutou a bola e recebeu o segundo amarelo logo após ver o primeiro, aos nove minutos do segundo tempo.

A partir daí, a Juventus cresceu e conseguiu marcar mais uma vez, de novo com Chiesa. O placar se manteve até o apito final e os times decidiram a vaga na prorrogação. Sérgio Oliveira, mais uma vez, voltou a empatar e nem o gol de Adrien Rabiot, já no final, foi suficiente para evitar a nova decepção dos italianos.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade