CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Carrasco do Brasil, Henry é ‘reforço psicológico’ da Bélgica

Ex-atacante francês, que venceu o Brasil nas Copas de 1998 e 2006, é auxiliar de Roberto Martínez e “conselheiro” dos atacantes belgas

Por Luiz Felipe Castro Atualizado em 28 set 2021, 18h46 - Publicado em 6 jul 2018, 09h15

KAZAN – A seleção brasileira terá pela frente nesta sexta-feira, diante da Bélgica, pelas quartas de final, um de seus “carrascos” em Copas do Mundo. Na verdade, ele estará na beira do gramado: o ex-atacante francês Thierry Henry é um dos auxiliares do técnico Roberto Martínez, que o apontou como um “reforço psicológico” da equipe, que busca seu primeiro título mundial.

Tabela completa de jogos da Copa do Mundo 2018

O ídolo do Arsenal e da seleção francesa só tem boas lembranças contra o Brasil: em 1998, era reserva da equipe que conquistou o título com show de Zinedine Zidane na decisão em Saint-Denis. Em 2006, foi o próprio Henry quem completou cruzamento de Zidane e marcou o gol que eliminou a forte seleção brasileira nas quartas de final, na Alemanha.

Segundo o técnico Martínez, o ex-jogador de 40 anos usa a sua experiência e “mentalidade vencedora” para aconselhar esta geração belga, repleta de atletas bem-sucedidos em clubes, mas ainda em busca da glória internacional. “Henry tem sido muito importante, porque traz aquele ‘know how’, ele já ganhou a Copa e a Eurocopa, sabe como se comportar nestas situações de pressão”, afirmou Martínez na entrevista da véspera.

“Para ganhar, é preciso superar barreiras psicológicas, e Henry nos ajuda muito”, completou o meia Axel Witsel durante a semana. Henry tem feito trabalhos especiais com o atacante Romelu Lukaku. “Henry entende a cabeça do atacante e me ensinou muitas coisas. Evolui no meu senso de posicionamento e finalizações”, afirmou o camisa 9, que já marcou quatro gols na Copa, após o jogo contra a Tunísia.

Desde a chegada de Henry à comissão, a Bélgica só perdeu um jogo, para a Espanha, na estreia do técnico Martinez,  em amistoso em setembro de 2016.

Gol de Henry que eliminou o Brasil nas quartas de final da Copa de 2006
Gol de Henry que eliminou o Brasil nas quartas de final da Copa de 2006 Ben Radford/Getty Images
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês