CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Fábio Carille não é mais técnico do Athletico após 21 dias no cargo

Goleada sofrida para o The Strongest, na altitude, foi a última partida do treinador pelo Furacão; ele comandou o time em sete jogos

Por Da redação Atualizado em 4 Maio 2022, 10h24 - Publicado em 4 Maio 2022, 09h58

O Athletico-PR demitiu o treinador Fábio Carille após sofrer uma goleada por 5 a 0 para o The Strongest, na altitude da Bolívia, pela Libertadores, na última terça-feira, 3. O técnico campeão nacional em 2017 pelo Corinthians completou 21 dias no cargo e dirigiu o time paranaense em sete ocasiões. Carille deixa o time com chances reais de avançar na competição continental e na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro. Ainda sem substituto, o Furacão recebe o Ceará, no próximo sábado, 7, pelo Brasileirão.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca

Em seu Instagram, Fabio Carille divulgou a demissão e admitiu surpresa:

“Na última terça, após uma derrota dolorida para todos nós na Libertadores, que não poderia de forma alguma ter acontecido, fui surpreendido com a minha demissão do comando técnico do Athletico. Cheguei ao clube no dia 13 de abril e fiz questão de começar a trabalhar imediatamente, pois sabia que seria pouco tempo de treino para muitos jogos importantes. Infelizmente, 21 dias depois, o nosso projeto se encerrou. Vim ao clube empolgado para trabalhar, organizar essa equipe que pode render muito mais, porém não houve tempo para isso. Foram 21 dias e 7 jogos. Outros 7 dias foram para treinos de jogadores que não atuaram e recuperação aos que atuaram. Os outros 7, treino pré-jogo, que chamamos de “apronto”, no qual você faz tentativas de organizações, sem tempo para repetições e trabalhos específicos. Saio triste por não ter este tempo para colocar o nosso trabalho em prática, mas de cabeça erguida por trabalhar ao máximo e respirar o clube em toda e qualquer oportunidade que tivemos. Obrigado, Athletico, pela oportunidade de estar aqui e ao torcedor por estar ao nosso lado nos jogos em casa. Até mais!”

Após bancar um trabalho com aproveitamento ruim de Alberto Valentim por 29 jogos (nove vitórias), a diretoria do Athletico não adotou a mesma postura com Carille. Contratado para substituir o vice-campeão da Copa do Brasil e campeão da Sul-Americana, o treinador teve pouco tempo para aplicar suas ideias ao elenco.

Como consequência, o valioso plantel, que conta com jogadores destaques como Agustín Canobbio, David Terans, Tomás Cuello e Marlos não rendeu. Em sete jogos, foram quatro derrotas e três vitórias.

De acordo com apuração do site ge.globo, a decisão foi tomada pelo presidente Mario Celso Petraglia, ainda sem retornar ao Brasil, após goleada sofrida na Bolívia. Um dos candidatos para assumir o Athletico é o treinador Felipão, campeão mundial com a seleção brasileira em 2002, campeão brasileiro de 2018 com o Palmeiras e de passagens recentes por Cruzeiro e Grêmio.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês