Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Cansado de esperar pela França, Laporte pode jogar a Euro pela Espanha

Segundo o diário ‘Marca’, o zagueiro do Manchester City atendeu a chamado do técnico Luis Enrique; lista de convocados sai dia 21

Por Guilherme Azevedo Atualizado em 23 set 2021, 19h55 - Publicado em 11 Maio 2021, 11h51

A seleção espanhola deve ganhar um reforço de peso para a Eurocopa, que começa daqui exatamente um mês. Segundo informou o diário Marca nesta terça-feira, 11, o treinador Luis Enrique pediu aos dirigentes da federação uma sondagem sobre a situação de Aymeric Laporte, que, cansado de esperar por um chamado da seleção francesa, já teria aceitado o convite.

O zagueiro do Manchester City nasceu em Agen, cidade francesa próxima à fronteira com a Espanha, mas nunca atuou pela seleção principal de seu país de origem (apenas ocupou o banco de reservas em três ocasiões).

O fato de ter dupla nacionalidade facilita o processo de naturalização. O defensor de 26 anos, titular da equipe de Pep Guardiola fez sua base no País Basco, onde morou entre 2010 e 2018, e se profissionalizou pelo Athletic Bilbao. Além disso, namora há alguns anos a modelo espanhola Sara Botello.

O diário espanhol informou que Laporte teria aceitado a proposta e se animado com a possibilidade. Porém, a Federação da Espanha espera apenas o “OK” da Fifa, apesar de tudo indicar que os trâmites mais dificultosos estão fechados. A convocação para a Euro sai no dia 21 de maio.

Nas últimas décadas, a Espanha recorreu diversas vezes à naturalização de atletas, montando fortes times com estrangeiros como o argentino Juan Antonio Pizzi e os brasileiros Marcos Senna e Diego Costa, além de Thiago Alcântara, filho do brasileiro Mazinho e que nasceu na Itália. No passado,  quando as normas para naturalização eram mais frouxas, “La Roja” já utilizou os históricos Di Stéfano, argentino, e os húngaros Ferenc Puskas e Lazlo Kubala.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade