Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

C. Ronaldo diz que reestreia sábado pelo United: ‘Não vim para férias’

Camisa 7 ainda não tem titularidade assegurada, mas deve ser uma das opções do técnico Solskjaer; última partida pelo clube ocorreu há mais de 12 anos

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 17h15 - Publicado em 10 set 2021, 08h55

O atacante português Cristiano Ronaldo fará neste sábado, 11, a sua reestreia pelo Manchester United após 12 anos. Anunciado pelo clube inglês no último dia 27 de agosto como principal nome da última janela de transferências, o jogador confirmou que atuará diante do Newcastle, às 11h, em Old Trafford, em confronto válido pela quarta rodada da Premier League. O time tem sete pontos em nove disputados na competição.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

“É por isso que estou aqui, não estou aqui para férias. Como disse, antes foi bom, ganhar coisas importantes com essa camisa, há muito anos, mas estou aqui para vencer de novo. Sou capaz, eu e meus companheiros. Estou pronto para jogar. É uma boa chance para mim, para os torcedores e para o clube de dar um passo adiante. Estou pronto e acredito que serei um sucesso nos próximos três, quatro anos”, afirmou o jogador.

“Não esperava começar, ou mesmo entrar no jogo. Estava super nervoso. Claro que estarei nervoso no sábado, mas agora sou mais maduro, mais experiente. Estarei preparado e vou fazer pressão ao Solksjaer para que dessa vez comece entre os onze titulares”, completou CR7, em entrevista ao clube feita pelo ex-companheiro na primeira passagem, o defensor inglês Wes Brown.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Ronaldo se apresentou ao centro de treinamento em Carrington na última terça-feira, 7, após ser o principal nome na seleção portuguesa na vitória por 2 a 1 sobre a Irlanda, pelas Eliminatórias da Uefa para Copa de 2022. Na ocasião, perdeu um pênalti e marcou os dois gols da virada que garantiu a liderança do Grupo A aos portugueses.

Pelo United, Ronaldo jogou 292 partidas, marcou 118 gols e distribuiu 69 assistências entre 2003 e 2009. Conquistou uma Liga dos Campeões (2008), três edições do Campeonato Inglês (2007, 2008 e 2009), uma Taça da Inglaterra (2004), duas vez a Taça da Liga Inglesa (2006 e 2009), uma Supertaça da Inglaterra (2007), além de um Mundial de Clubes (2009).

“As pessoas acham que estou vindo só pelo coração, ou blá, blá, blá, mas voltei para mostrar que ainda posso arrasar e fazer o meu melhor”, disse.

Na última temporada, apesar da má fase da Juventus, teve excelente desempenho marcando 36 gols em 44 partidas, além de quatro assistências. Na passagem pela Itália foram 134 jogos e 101 gols marcados.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade