Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Bolt passará por seis semanas de testes para assinar com clube australiano

O Central Coast Mariners foi o último colocado da temporada 2017/2018 do Campeonato Australiano

Por Estadão Conteúdo Atualizado em 28 set 2021, 18h27 - Publicado em 17 jul 2018, 11h55

Dono de oito medalhas de ouro olímpicas no atletismo, Usain Bolt será testado durante seis semanas pelo Central Coast Mariners, a partir de agosto, em um acordo que poderá levá-lo a jogar na próxima temporada da primeira divisão do futebol da Austrália. “Um acordo foi alcançado em princípio entre o Mariners e Usain Bolt, sujeito a alguns critérios”, disse o empresário australiano Tony Rallis.

Rallis explicou ser necessário que Bolt, hoje com 31 anos, seja testado e que a Federação Australiana de Futebol (FFA, na sigla em inglês) aprove o seu salário. “Uma vez que a FFA responda e diga que será parte do processo, começarão os testes”, afirmou. O jamaicano comentava publicamente o desejo de jogar futebol profissionalmente e, desde que ele se aposentou do atletismo, treinou pelo Borussia Dortmund, da Alemanha, e pelo Stromsgodset, da Noruega.

Rallis disse que o dono do Mariners seria responsável por 70% do salário de Bolt, com a FFA financiando o restante. O diretor executivo do clube, Shaun Mielekamp, destacou que ainda há muito a ser feito e que o período de testes é necessário para determinar a capacidade de Bolt atuar profissionalmente. “Caso ele seja tão bom quanto as nossas informações indicam que pode chegar a ser, então seria muito emocionante e tenho certeza que o estádio estará cheio toda vez que ele colocar as chuteiras”, concluiu.

O Central Coast Mariners, um clube de Gosford, a 76 quilômetros de Sydney, terminou a última edição do Campeonato Australiano em último lugar entre os dez participantes. A próxima temporada do torneio começa em 19 de outubro.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade