ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Áudio revelado: VAR viu ‘intensidade média’ em cotovelada de Otamendi

Conmebol anunciou a suspensão por tempo indeterminado do árbitro do jogo e do assistente do VAR pelo erro polêmico cometido na checagem do video

Por Da Redação Atualizado em 17 nov 2021, 13h01 - Publicado em 17 nov 2021, 12h52

A análise do VAR entendeu apenas como um “golpe de intensidade média”, passível de cartão amarelo, o polêmico lance entre o zagueiro Nicolás Otamendi e o atacante Raphinha no empate sem gols entre Brasil e Argentina nesta terça-feira, 16, pela 14ª rodada das Eliminatórias da Copa de 2022. O defensor argentino acertou uma cotovelada no rosto do jogador brasileiro, que passou a sangrar imediatamente após o golpe.

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

“Eu considero que aqui, o golpe é com o antebraço no rosto, com intensidade média” , disse o uruguaio Esteban Ostojich, responsável pelo assistente de vídeo na partida, em comunicação com o árbitro principal Andres Cunha.

Pelos áudios, é possível notar que Cunha não viu a cotovelada, assim como o assistente Richard Trinidad. O lance aconteceu aos 33 minutos do primeiro tempo e provocou enorme influência na temperatura entre jogadores e da própria partida.

“Toca a perna, para mim não há golpe. Veja, por dúvidas. Eu não vejo golpe”, disse Trinidad.

Horas depois de disponibilizar o vídeo com a atuação da arbitragem, a Conmebol anunciou que ambos foram punidos pela comissão de arbitragem da entidade por não terem mostrado o cartão vermelho para Otamendi.

Continua após a publicidade

No ofício assinado pelo brasileiro Wilson Seneme, que preside a comissão de arbitragem da Conmebol, a entidade sul-americana justifica que ambos “foram analisadas tecnicamente pela comissão, concluindo que os mesmos incorreram em erros graves e manifestos no exercício de suas funções no desenvolvimento da partida”. A sanção é “por tempo indeterminado”.

Nas redes sociais, Otamendi ironizou a cotovelada. O canal argentino TyC Sports fez uma postagem no Instagram mencionando a jogada e perguntando se a seleção argentina havia sido beneficiada, ou não. O defensor comentou afirmando: “todo pelota (só na bola, em tradução), para dizer que não acertou o rival.

Tite reprovou a conduta da arbitragem -
Tite reprovou a conduta da arbitragem – Alexandre Schneider/Getty Images

Tite não escondeu sua revolta com a arbitragem. O treinador gaúcho tratou como “inconcebível” o fato de o VAR não ter recomendado a expulsão do jogador argentino. “É impossível, vou repetir: é impossível não ver a cotovelada do Otamendi no Raphinha. Não estou falando de resultado de jogo, mas quem quer ter isenção na análise, ela é muito clara”, esbravejou Tite. O treinador da seleção brasileira evitou relacionar o resultado ao lance, ocorrido ainda no primeiro tempo. “Isso ia determinar o resultado? Não sei. Foi um grande jogo, com qualidade técnica, tradição… Mas tem um componente que tem de ser igual para os dois.”

Com o empate, o Brasil fechou o ano de 2021 com 35 pontos (11 vitórias e dois empates), isolado na liderança, com seis a mais que a Argentina, que também garantiu classificação ao Mundial com derrota do Chile para o Equador. A seleção equatoriana, terceira colocada com 23 pontos, é o próximo adversário do Brasil, em jogo que acontece em 27 de janeiro de 2022, em Quito.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN! 

Continua após a publicidade

Publicidade