ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Atlético-MG tem 94,8% de chance por título; Santos e Grêmio mais ameaçados

Tropeço do Flamengo ajudou a equipe mineira ampliar vantagem na reta final do Campeonato Brasileiro; grandes times sofrem com riscos de rebaixamento

Por Da Redação Atualizado em 26 out 2021, 10h23 - Publicado em 26 out 2021, 10h09

A vitória por 2 a 1, de virada, do Atlético Mineiro sobre o Cuiabá, aliado ao tropeço do Flamengo, derrotado por 3 a 1 no clássico diante do Fluminense no fim de semana, aproximaram ainda mais o clube mineiro de por fim a longa espera pelo segundo título do Campeonato Brasileiro – o único conquistado até aqui foi em 1971, há cinquenta anos. De acordo com projeção da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), as chances de conquista aumentaram para 94,8%, enquanto o rival mais próximo, o Flamengo, tem somente 3,4% de probabilidade. Na briga pelo rebaixamento, Santos e Grêmio vivem dias difíceis, com sérios riscos de queda

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

A distância do Atlético Mineiro para o Palmeiras, novo segundo colocado, é de dez pontos, mas vale lembrar que a equipe dirigida pelo técnico Cuca ainda tem um jogo a menos na competição: contra o Grêmio, no próximo dia 3, no Mineirão, atrasado pela 19ª rodada da competição.

Visto como potencial perseguidor dos atleticanos, o Flamengo viu diminuiu suas possibilidades. A distância entre mineiros e cariocas é de 13 pontos. Com três partidas a menos para realizar – duas com relação ao Atlético – diferença pode cair para sete pontos.

A esperança de flamenguistas é diluída por um calendário apertado. A equipe é finalista da Libertadores, diante do Palmeiras, e também pode chegar à decisão da Copa do Brasil se superar o Athletico Paranaense. Na primeira partida, empate por 2 a 2 na Arena da Baixada, em Curitiba.

O Atlético também tem a Copa do Brasil, mas vive situação bem mais confortável para a segunda partida já que venceu o primeiro jogo por 4 a 0. “Tem que tomar muito cuidado com esse jogo de quarta-feira. Entrar com os dois olhos bem abertos com a disposição igual ao adversário que tem um grande time”, alertou Cuca, que indicou que não poupará jogadores para o confronto.

Continua após a publicidade

Mancini tenta contrariar projeções no Grêmio -
Mancini tenta contrariar projeções no Grêmio – Alexandre Schneider/Focus Features

Situações cada vez mais delicadas vivem Santos e Grêmio, ambos derrotados nesta rodada. A equipe paulista ocupa a 17ª colocação, com 29 pontos, mesma pontuação do Juventude, mas com uma partida a menos que será jogada nesta quarta-feira, 27, contra o Fluminense, às 19h, na Vila Belmiro. A probabilidade de queda é de 44,4%.

O Grêmio, apesar de ter dois jogos a menos do que os principais concorrentes, ainda tem projeção mais pessimista: 64,5% de risco de queda. Apesar de ter contratado o técnico Vagner Mancini, a situação é delicada. A equipe ocupa a 19ª colocação, com 26 pontos, e terá entre os jogos a repor a difícil missão de enfrentar o líder da competição fora de casa.

Entre os ameaçados, Chapecoense tem 99,9% de chances de queda, o Sport tem 73,6%, Juventude 64,6%, Bahia 15,2%, Ceará 14,1%, Athletico Paranaense 8,1% e São Paulo 7,2%.

Na Série B, o Coritiba, que lidera com dois pontos de vantagem para o Botafogo e tem 45,1% de chances de ser campeão. Os cariocas têm 32,2%.

Para a chance de acesso, as quatro vagas da Série A, Coritiba e Botafogo têm situações cômodas: 96,9% e 93,6%, respectivamente. O Avaí tem 83,1% de chances, enquanto o Goiás 66,3%. Pela projeção, estes seriam os quatro promovidos até o final da competição.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade