ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Atlético-MG tem 87,2% de chance de título; Santos e Grêmio correm risco

Palmeiras e Flamengo, rivais diretos na disputa do Brasileiro, possuem menos de 10% de chances; grandes se preocupam com risco real de rebaixamento

Por Da Redação Atualizado em 12 out 2021, 11h44 - Publicado em 4 out 2021, 12h44

A vitória do Atlético Mineiro sobre o Internacional, no último sábado, 2, no Mineirão, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, impulsionou ainda mais a equipe do técnico Cuca ao sonhado título da competição após cinquenta anos – o único conquistado pelo clube até aqui foi em 1971, liderado por Dadá Maravilha. De acordo com projeção da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), as chances de conquista já são de 87,2%. O Flamengo, rival com melhor expectativa matemática, tem apenas 8,9%. Os cálculos ainda colocam grandes como Grêmio e Santos com sérios riscos de queda.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

A distância entre mineiros e cariocas é de 11 pontos. Vale dizer, contudo, que o Flamengo tem duas partidas a menos para realizar – nos dias 2 e 5 de novembro, diante de Athletico Paranaense e Atlético Goianiense pela 4ª e 19ª rodadas, respectivamente. A diferença pode cair para cinco pontos. Para os flamenguistas ainda não há nada perdido: mais 18 jogos, ou seja, 54 pontos em jogo. A equipe venceu por 3 a 0 o Athletico, no sábado.

O jogo que elevou os atleticanos a 15ª partida sem ser derrotado na Série A serviu para tirar a pressão após a recente eliminação para o Palmeiras, na semifinal da Libertadores. “É uma vitória que tira um peso enorme, porque é um jogo, quer queira, quer não, de acerto de contas. O Brasil inteiro está vendo, quer ver como o Galo vai reagir à eliminação da Libertadores. Se você tem um tropeço, todo mundo fala: pronto, vai afundar e vai ser difícil se levantar”, desabafou o técnico Cuca, em entrevista após o jogo.

Palmeiras e Juventude empataram por 1 a 1 -
Palmeiras e Juventude empataram por 1 a 1 – Cesar Greco/SE Palmeiras/Divulgação

O clube paulista, outrora concorrente direto pelo título, tropeçou em casa diante do Juventude e viu suas chances caírem para 2,7%. Todas as demais equipes com alguma chance matemática tem menos de 1%, segundo a UFMG.

Continua após a publicidade

Na parte debaixo da tabela, grandes equipes como Santos, Bahia e Grêmio possuem enormes chances de rebaixamento. As situações mais complicadas são as de Chapecoense, com 99,5%, e Sport, 78,7%. Mesmo após surpreender o Grêmio, fora de casa, a equipe pernambucana vive situação delicada na competição. A Chape ocupa a última colocação, com 11 pontos, enquanto o Sport é o penúltimo, com 20.

Grêmio e Bahia, que completariam hoje o Z-4, grupo dos quatro rebaixados, têm 47,5% e 46,8% de chances de rebaixamento. Os gaúchos ainda possuem uma partida a menos para realizar: diante do Atlético Mineiro, fora da casa, pela 19ª rodada. O confronto acontecerá no dia 3 de novembro.

A situação do Santos também é difícil, com 43,7% de chances de ser rebaixado pela primeira vez em sua história. A equipe do técnico Fábio Carille não jogou nesta semana já que a partida diante do Fluminense foi adiada. O próximo jogo será o clássico contra o São Paulo, na quinta-feira, 7, no Morumbi.

Santos, de Carille, vive situação delicada próximo ao Z-4 -
Santos, de Carille, vive situação delicada próximo ao Z-4 – Ivan Storti/Santos FC/Divulgação

Na Série B, o Coritiba, que lidera com quatro pontos de vantagem e uma partida a menos, tem 56,9% de chances de ser campeão. O Avaí, o segundo, 19%. O Botafogo possui 8,9%, o Goiás 8% e o CRB-AL 6,1%. Todas as demais equipes têm menos de 1%.

Para a chance de acesso, as quatro vagas da Série A, Coritiba e Avaí têm situações cômodas: 96,4% e 83,4%, respectivamente. O Botafogo tem 66,5% de chances, enquanto o Goiás 61,4%. Pela projeção, estes seriam os quatro promovidos até o final da competição.

Grandes clubes como Vasco e Cruzeiro podem permanecer na divisão, segundo a projeção. As chances do Vasco são de 14,1%, enquanto a do Cruzeiro de 0,06%.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade