Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Atlético-GO anuncia demissão de Barroca ‘em comum acordo’

Técnico deixou a equipe goiana com 7 vitórias, 7 derrotas e 11 empates em 25 jogos

Por Da Redação Atualizado em 27 set 2021, 19h12 - Publicado em 27 set 2021, 18h58

O Atlético-GO anunciou nesta segunda-feira, 27, a demissão do técnico Eduardo Barroca. Ele deixou o clube com 7 vitórias, 7 derrotas e 11 empates em 25 jogos. Segundo comunicado do presidente Adson Batista, a saída foi “em comum acordo”, termo que tem sido constantemente usado em rescisões como forma de “driblar” a nova regulamentação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre troca de treinadores.

“Após reunião com Eduardo Barroca, chegamos, em comum acordo, a decisão pela saída do treinador. Acompanhamos no clube um ótimo trabalho de campo com grande aceitação do elenco. Entretanto, entendemos que o melhor seria a saída para que possamos buscar nova filosofia no campeonato. Esta foi uma das decisões mais difíceis que tomei na minha carreira por se tratar de um grande profissional e ser humano”, escreveu Adson Batista.

“O Clube agradece os serviços prestados e deseja sorte na continuidade da carreira”, completou o Atlético em outro comunicado. O clube goiano, 12º colocado da Série A com 27 pontos, será dirigido diante do Fortaleza, na Arena Castelão, por Eduardo Souza, auxiliar técnico da comissão permanente.

  • Uma nova regra da CBF que estreou em em 2021 estabeleceu um limite de apenas uma demissão e uma contratação de treinador por equipe – no caso de uma segunda demissão, deve-se efetivar um profissional já empregado na agremiação. O mesmo vale para os técnicos, que só podem pedir demissão uma vez. A norma, no entanto, não vale para casos de desligamento “em comum acordo”, nos quais não é necessário pagar multa rescisória. Desta forma, o Atlético-GO, que já havia Jorginho, poderá contratar outro treinador.

    Continua após a publicidade
    Publicidade