CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Athletico em alerta, Grêmio desesperado: a matemática do rebaixamento

Já garantido na Libertadores, clube paranaense colou no Z4, enquanto o Tricolor Gaúcho tem 98% de chace de voltar à Série B; confira os últimos jogos

Por Da redação Atualizado em 1 dez 2021, 11h59 - Publicado em 1 dez 2021, 11h58

Se no topo da tabela tudo indica que o Atlético Mineiro conquistará novamente o título após 50 anos, na parte debaixo o Campeonato Brasileiro ainda reserva fortes emoções. Na última terça-feira, 30, a vitória do Juventude sobre o Red Bull Bragantino tirou a equipe gaúcha da zona de rebaixamento e aqueceu ainda mais a briga no Z4. O resultado também consumou a queda do Sport, que fará companhia à Chapecoense na Série B em 2022, e complicou ainda mais a vida do Grêmio. Sete equipes ainda lutam para escapar das outras duas vagas da degola, entre eles o Athletico Paranaense

Black Friday Abril: Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Pouco mais de uma semana de conquistar o bicampeonato da Copa Sul-Americana, no Uruguai, e assim garantir vaga na Libertadores, o Furacão se vê em situação complicada no Brasileirão: é o 16º, o primeiro fora da zona de rebaixamento, com 42 pontos e mais três jogos por fazer. De acordo com cálculos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), suas chances de rebaixamento subiram para 21.3%.

Quem realmente já tem um pé e meio na Série B é o Grêmio. Com 36 pontos, seis a menos que o Athletico, possui mais três jogos para tentar um milagre: São Paulo, em casa, Corinthians, fora, e, por fim, o Atlético Mineiro novamente em casa nos dias 2, 5 e 9, respectivamente. Precisa, portanto, vencer seus jogos e ainda torcer para tropeços de seus rivais diretos. A queda pode ser consumada já na próxima rodada. Segundo a UFMG, o risco de rebaixamento é de 98%.

Continua após a publicidade

Times ainda com chances de rebaixamento -
Times ainda com chances de rebaixamento UFMG/Reprodução

O Bahia também vive um drama, com 40 pontos e 53.3% de chances de cair. Na próxima quinta, 2, o time recebe o líder Atlético Mineiro, no que pode ser o jogo do título, na Fonte Nova.

Juventude e Cuiabá ainda correm risco relevante e tem compromissos complicados nas últimas rodadas (confira, abaixo). Santos e São Paulo, outrora ameaçados, praticamente extinguiram as chances.

Os últimos jogos dos times ameaçados:

Grêmio: São Paulo (casa), Corinthians (fora) e Atlético Mineiro (casa)
Bahia: Atlético Mineiro (casa), Fluminense (casa) e Fortaleza (fora)
Athletico-PR: Cuiabá (casa), Palmeiras (casa) e Sport (fora)
Juventude: Fortaleza (fora), São Paulo (fora) e Corinthians (casa)
Cuiabá: Athletico-PR (fora), Fortaleza (casa) e Santos (fora)

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas ex

Continua após a publicidade

Publicidade