CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Apresentado no Inter, Wesley Moraes mira vaga na Copa de 2022

Recuperado de lesão no joelho direito, atacante se disse honrado por ter recebido a camisa 9 colorada, que foi do ídolo Fernandão

Por Da redação Atualizado em 10 jan 2022, 16h10 - Publicado em 10 jan 2022, 16h09

Wesley Moraes foi apresentado nesta segunda-feira, 10, como reforço do Internacional, em Porto Alegre, e recebeu a camisa 9, mesmo número usado por Fernandão, ídolo do time. O centroavante de 25 anos, que veio emprestado junto ao Aston Villa, da Inglaterra, tem contrato até o final dessa temporada e um objetivo ambicioso: retornar à seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo no Catar entre novembro e dezembro.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

O atacante se disse focado em retomar o desempenho que teve antes de sofrer uma grave lesão que o deixou 15 meses afastado dos gramados e acredita que pode convencer o técnico da seleção brasileira nos 10 meses que restam ate o início do Mundial.

“Estou 100%. Quero voltar à seleção. O Tite é gaúcho e creio que posso ter uma vaga. É atingir os objetivos e dar alegria aos torcedores”, afirmou Wesley, que em 2019 ganhou uma oportunidade na seleção, enquanto atuava pelo clube inglês. Ele passou os últimos seis meses emprestado ao Brugge, da Bélgica.

Para retornar à seleção, no entanto, Wesley terá de se esforçar bastante, uma vez que concorrência pela vaga é forte e já tem nomes cotados, como Gabriel Jesus (Manchester City), Gabriel Barbosa (Flamengo), Vinícius Júnior (Real Madrid), Richarlison (Everton), Matheus Cunha (Atlético de Madrid), Everton Cebolinha (Benfica), Bruno Henrique (Flamengo) e Arthur Cabral (Basel), entre outros.

O jogador dedicou palavras de admiração a Fernandão, capitão dos títulos da Libertadores e do Mundial de 2006, morto em 2014 em um acidente aéreo. “Me sinto muito honrado em vestir a camisa 9 do Inter. Uma camisa de peso, de um jogador que fez história aqui. Estou muito feliz e espero fazer história como o Fernandão, ganhar títulos pelo Inter.”

Continua após a publicidade

Publicidade