CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Após título, Neymar troca farpas com jogador a quem acusou de racismo

Atacante marcou um gol na vitória do PSG sobre o Olympique, de Alvaro González. Brasileiro provocou nas redes e foi chamado de “lixo” pelo espanhol

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 20h37 - Publicado em 14 jan 2021, 10h11

Neymar não esqueceu a acusação de racismo – não acatada pela federação francesa – que fez contra o zagueiro espanhol Álvaro González, do Olympique de Marselha, em setembro do ano passado, e deixou isso claro na noite desta quarta-feira 13. Com um gol de pênalti do brasileiro, o Paris Saint-Germain bateu o seu maior rival por 2 a 1 e conquistou a Supercopa da França. Nas comemorações, Neymar recorreu às redes sociais para provocar González, que retrucou e chegou a chamar Neymar de “lixo”.

Neymar e Mauro Icardi marcaram os gols da conquista, enquanto Payet diminuiu para o Olympique. Após a partida, diversos atletas do PSG celebraram nas redes sociais. O camisa 10 do time foi além e iniciou uma série de provocações. Primeiro, filmou a camisa do Olympique e um gesto de reprovação para depois mostrar sua medalha de campeão em frente ao uniforme do PSG. Mais tarde, direcionou suas alfinetadas a González, que, segundo ele, o chamou de macaco no último encontro.

“Roi, Álvaro, né?”, escreveu, junto com um emoji de troféu, marcando o próprio espanhol na imagem, no Twitter. González, então, rebateu usando uma imagem da partida, na qual tenta parar Neymar segurando-o pela cabeça. “Meus pais sempre me ensinaram a jogar o lixo fora. Vamos Olympique de Marselha sempre”, escreveu em francês.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O bate-boca seguiu. “E esqueceram (de te ensinar) como ganhar títulos”, escreveu Neymar. González, então, postou uma foto de Pelé repleto de taças. “A eterna sombra do rei”, escreveu. Neymar, então, fechou a discussão. “E você a minha (eterna sombra). Te deixei famoso. De nada, fenômeno!”.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

O deboche de Neymar seguiu madrugada adentro e atingiu até mesmo um de seus melhores amigos no elenco, o argentino Leandro Paredes. Ao celebrar a vitória do Santos diante do Boca Juniors que valeu ao clube brasileiro a vaga na final da Libertadores, Neymar riu do companheiro, revelado no time argentino e torcedor boquense, nas redes sociais. “Me deve uma janta”, disse o camisa 10.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade