ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Após investigação, Uefa suspende Arnautovic por gestos polêmicos

Apontada como uma possível manifestação supremacista, comemoração do jogador foi classificada como ‘insulto ao adversário’, implicando em pena mínima

Por Da Redação Atualizado em 23 set 2021, 19h18 - Publicado em 16 jun 2021, 10h07

O Comitê Disciplinar da Uefa informou a Federação Austríaca de Futebol (OFB, na sigla original) a suspensão por uma partida do atacante Marko Arnautovic, investigado por supostos gestos racistas após marcar o terceiro gol da Áustria na vitória por 3 a 1 sobre a Macedônia do Norte, no último domingo, pela estreia da Eurocopa. A comemoração do jogador foi classificada como “um insulto ao adversário”, o que implica na pena mínima da entidade.

Assine a revista digital no app por apenas R$ 8,90/mês

Arnautovic já havia publicado em suas redes sociais um pedido de desculpas e um esclarecimento dizendo não ter dito palavras, ou feito gestos, de cunho racial. Ele não poderá jogar na próxima partida, diante da Holanda, marcada para quinta-feira, às 16h, em Amsterdã. As equipes lideram o Grupo C, com três pontos cada.

“Admiti publicamente minha má conduta na celebração do gol por minha própria iniciativa, mesmo antes do início do processo, e pedi desculpas por isso. Houve declarações lamentáveis de ambos os lados, mas as provocações não justificam o meu comportamento. Imediatamente, após o jogo, houve um debate e um pedido de desculpas mútuo. Eu cresci com pessoas de diferentes países e culturas e defendo a diversidade de forma muito clara. Todo mundo que me conhece sabe disso. É muito importante para mim, pessoalmente, enfatizar isso. Junto com a federação, eu defendo tolerância e integração em todas as áreas da sociedade”, explicou.

“A integração é tão importante para mim através da minha própria história, gostaria de aproveitar este caso como uma oportunidade e disponibilizar 25.000 euros para o meu projeto de integração, no qual atuo como patrono, para que o meu mau comportamento seja também uma boa consequência para mais coesão tem. Acima de tudo, quero ser um bom modelo para crianças e jovens”, completou o jogador, atualmente Shanghai Port, da China.

Comemoração provocou discussões acaloradas entre adversários -
Comemoração provocou discussões acaloradas entre adversários – Justin Setterfield/Getty Images

O lance polêmico ocorreu nos minutos finais de jogo. Ele se exaltou na comemoração fazendo um gesto com as mãos, com o dedo indicador junto ao polegar, acusado de ser uma manifestação supremacista.

Além disso, proferiu diversas palavras aos adversários, o principal alvo foi o lateral macedônio Alioski, que possui raízes albanesas. Arnautovic, por sua vez, tem origem sérvia, que foi parte da antiga Iugoslávia, assim como a Macedônia do Norte. O jogador foi contido pelo capitão da equipe, David Alaba, do Real Madrid, que colocou as mãos sobre o seu rosto.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade