CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Abel Ferreira sobe no ranking de técnicos campeões pelo Palmeiras

Treinador português chegou a quatro troféus em apenas um ano e meio pelo clube

Por Guilherme Azevedo 2 mar 2022, 23h32

O Palmeiras venceu o Athletico-PR por 2 a 0, nesta quarta-feira, 2, no Allianz Parque, e conquistou a Recopa Sul-americana 2022. Com isso, Abel Ferreira, o treinador português do Alviverde, chegou ao quarto título em um ano e quatro meses no cargo e subiu na lista de técnicos mais campeões da história palmeirense.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Com mais o quarto caneco, o português se igualou aos uruguaios Humberto Cabelli e Ventura Cambón no posto de quarto treinador mais vencedor da história do Palmeiras. A frente de Abel, apenas Felipão, Osvaldo Brandão e Vanderlei Luxemburgo, com seis, sete e oito títulos, respectivamente.

Desde que chegou ao alviverde, em novembro de 2020, Abel conquistou as Libertadores de 2020 e 2021, a Copa do Brasil de 2020 e agora a Recopa Sul-americana de 2022. O técnico, no entanto, poderia estar em lugar mais alto no ranking, pois ficou com o vice-campeonato em quatro ocasiões: Campeonato Paulista, Recopa Sul-Americana, Supercopa do Brasil e Mundial de Clubes, todos no calendário de 2021.

A diferença, contudo, está no tempo de trabalho. Entre os seis técnicos com mais títulos, Abel é, com sobras, o que tem menos meses no cargo. Vanderlei Luxemburgo, o mais vitorioso, teve cinco passagens pelo clube para conquistar cinco campeonatos estaduais, um Torneio Rio-São Paulo e dois Campeonatos Brasileiros.

Continua após a publicidade

Em sequência na lista, está Osvaldo Brandão, que também acumula centenas de jogos pelo Palmeiras. O ídolo do clube é tetracampeão paulista e tri brasileiro. Felipão, com seis títulos, acumula troféus que recentemente têm maior apelo: Libertadores, Campeonato Brasileiro, Torneio Rio-São Paulo, Copa Mercosul e duas vezes a Copa do Brasil.

Empatados com Abel Ferreira, os uruguaios Humberto Cabelli e Ventura Cambón também escreveram longas linhas na história palmeirense. Cabelli comandou o clube nos tempos de Palestra Itália e levantou três estaduais e um Rio-São Paulo – à época, pela falta de profissionalismo no esporte – sem disputa anual. Cambón, que jogou pelo clube e foi treinado pelo conterrâneo, conquistou dois Campeonatos Paulistas, um Torneio Rio-São Paulo e a Copa Rio Intercontinental.

Em recentes entrevistas, Felipão tem se referido a Abel Ferreira, que foi seu jogador na seleção portuguesa, como o maior treinador da história do Palmeiras.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

MELHOR
OFERTA

Digital no App