CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

No Tottenham, Richarlison jogará Champions e terá forte concorrência

Tentando encerrar jejum de 14 anos, equipe de Londres contará, além do "Pombo", com Kane, Son, Lucas, Kulusevski, Perisic e Bissouma

Por Da redação Atualizado em 30 jun 2022, 10h04 - Publicado em 30 jun 2022, 09h28

Richarlison está de saída do Everton, mas seguirá no futebol inglês. O atacante da seleção brasileira assinou contrato com o Tottenham, clube de Londres que disputará a Liga dos Campeões e terá um dos ataques mais poderosos da Europa na temporada 2022/2023. Na equipe dirigida pelo técnico Antonio Conte e liderada pelo astro Harry Kane, o “Pombo” enfrentará uma acirrada briga por posição.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

Segundo informações do jornalista italiano Fabrizio Romano, especialista do mercado de transferências, o Tottenham pagou 50 milhões de libras fixas (equivalente a 310 milhões de reais pela cotação atual), com mais aditivos previstos, para tirar o atacante de 25 anos do Everton. O jogador fará exames médicos no Brasil e o negócio deve ser oficializado em breve.

O Tottenham já conta há várias temporadas com uma histórica dupla de ataque: Harry Kane, o capitão da seleção inglesa, autor de 247 gols pelo clube de Londres, e o sul-coreano Heung-Min Son, que balançou as redes 131 vezes. Além disso, para o setor ofensivo o técnico Conte já tinha a disposição o brasileiro Lucas Moura, que tem contrato até 2024, e o sueco Dejan Kulusevski, com vínculo por mais um ano.

Mesmo que um deles ainda seja negociado, Richarlison ainda terá a concorrência de dois contratados para esta temporada: o croata Ivan Perisic, de 33 anos, que estava na Inter de Milão, e o malinês Ives Bissouma, de 25, ex-Brighton.

Continua após a publicidade

O Tottenham está há 14 anos sem conquistar um título, desde a Copa da Liga Inglesa de 2008, quando tinha Berbatov, Robbie Keane, Jermain Defoe e um jovem Gareth Bale no ataque.

Mesmo assim, com investimentos milionários e um vice-campeonato da Champions recente, em 2018, o time integra o chamado “big six”, o grupo dos seis grandes da Inglaterra, ao lado de Liverpool, Manchester City, United, Chelsea e Arsenal. Agora, com o ambicioso Conte no comando, o time busca encerrar este jejum.

O Tottenham será o terceiro clube de Richarlison na Premier. Ele chegou ao Watford em 2017 e, no ano seguinte, foi contratado pelo Everton, pelo qual marcou 53 gols em 152 jogos.

Com a negociação, o América-MG, clube pelo qual Richarlison atuou entre 16 e 17 anos, e o Fluminense, pelo qual jogou dos 18 aos 19, receberá uma quantia de 1% do total, pelo mecanismo de solidariedade proposta pela Fifa aos clubes formadores.

Richarlison marcou o gol da vitória do Everton -
Richarlison ajudou o Everton a escapar do rebaixamento na última temporada Paul Ellis/AFP

Assine o Amazon Prime e garanta 30 dias grátis de acesso ao Prime Video e outras vantagens

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês