CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

No auge, Benzema vive expectativa por Bola de Ouro e volta à Copa

Novo capitão do Real Madrid, atacante francês de 34 anos deve conquistar prêmios de melhor do mundo pouco antes do início do Mundial do Catar

Por Da redação Atualizado em 29 jul 2022, 12h55 - Publicado em 30 jul 2022, 07h00

Aos 34 anos, Karim Benzema vive o melhor momento de sua carreira. Novo capitão do Real Madrid e protagonista dos títulos do Campeonato Espanhol e da Liga dos Campeões, com 44 gols na temporada passada, o atacante francês vive a expectativa por conquistar sua primeira Bola de Ouro e de voltar à disputar a Copa do Mundo, depois da ausência na campanha vitoriosa da França em 2018. Mais maduro e cada vez mais goleador, Benzema será uma das estrelas do Mundial do Catar.

Assine #PLACAR digital no app por apenas R$ 6,90/mês. Não perca!

A consagração de sua carreira brilhante deve vir no dia 17 de outubro, na cerimônia de premiação da Bola de Ouro, entregue pela revista France Football desde 1956. Este ano, a tradicional votação adotará novos critérios, focando no período de agosto de 2021 a julho de 2022 e valorizando mais as atuações individuais. Benzema tem como principais concorrentes Mohamed Salah (Liverpool), Kylian Mbappé (PSG), Kevin De Bruyne (Manchester City) e Robert Lewandowski (que trocou o Bayern pelo Barcelona), mas desponta como grande favorito.

O francês tem como cabo eleitoral o maior vencedor do prêmio e um de seus históricos rivais na Espanha: Lionel Messi, sete vezes vencedor da Bola de Ouro. “Benzema teve uma temporada espetacular e venceu a Liga dos Campeões, foi decisivo a partir dos oitavos de final. Não tenho dúvidas, a Bola de Ouro deve ser ele”, afirmou o craque argentino do PSG em entrevista à TyC Sports, sobre o artilheiro de La Liga, com 27 gols, e da Champions, com 15.

No início da temporada passada, Benzema admitiu em entrevista à ESPN que os prêmios de melhor do mundo faziam parte de seus planos. “Bola de Ouro é um objetivo que tive sempre em mente. Quando Cristiano Ronaldo ganhou no passado e recebeu o prêmio diante da torcida, no Bernabéu, fiquei feliz por ele. Feliz por fazer parte da sua equipe, mas, depois, pensei: ‘Claro, também quero ganhar’. Posso dizer que nunca estive tão perto de ganhar, fruto das minhas atuações, pelo que fiz aqui nos últimos três ou quatro anos. Podemos dizer que não estou tão longe”, afirmou.

Continua após a publicidade

Além da Bola de Ouro, Benzema deve ganhar seu primeiro troféu The Best, da Fifa, que ainda não tem data definida para acontecer. Consagrado como um dos grandes atacantes de sua geração, após um bom tempo eclipsado pelo protagonismo do amigo Cristiano Ronaldo no Real Madrid, o pentacampeão europeu agora vai em busca do troféu que lhe falta: a Copa do Mundo.

Benzema jogou apenas um Mundial, em 2014, no Brasil, no qual marcou três gols e se despediu nas quartas de final com derrota para a campeã Alemanha, no Maracanã. Quatro anos antes, ele foi preterido pelo técnico Raymond Domenech no grupo que deu vexame na África do Sul. E em 2018, ficou de fora em razão de um problema com a justiça francesa que o manteve afastado do time por cinco anos. O ídolo do Real Madrid foi envolvido em um polêmico caso de “cumplicidade em tentativa de chantagem” contra o ex-companheiro Mathieu Balbuena, atualmente no Olympiacos.

Benzema chuta contra o gol da Suíça e marca o quarto gol da França, na Arena Fonte Nova em Salvador
Benzema marca contra a Suíça, na Arena Fonte Nova em Salvador Dylan Martinez/Reuters/VEJA

Sua volta à seleção ocorreu na Eurocopa, em 2021, após longa reflexão do técnico Didier Deschamps. “Não tenho capacidade, ninguém tem, de voltar atrás e mudar nada. O mais importante é o hoje e o amanhã. Houve etapas importantes, uma das quais foi muito importante. Nós nos vimos, discutimos longamente. Depois disso, tive uma longa reflexão para chegar a esta decisão. Não vou revelar uma palavra da discussão, diz respeito apenas a nós dois. Eu precisava disso, ele precisava disso”, explicou o técnico da França, campeão do mundo como atleta em 1998 e técnico, vinte anos depois.

A excepcional fase de Bezema e também do jovem Mbappé colocam a França como principal favorita ao título no Catar, apesar dos tropeços nos últimos compromissos. Enquanto a Copa e a premiação da Bola de Ouro não chegam, Benzema esquenta os motores durante a pré-temporada do Real Madrid nos Estados Unidos. “Cada ano que passa se torna um jogador melhor”, elogiou o colega Lucas Vásquez, em coletiva após o empate em 2 a 2 com o América do México, com um golaço de Benzema, na última terça, 26.

Neste sábado, 39, Benzema será uma das atrações do amistoso entre Real Madrid e Juventus, às 23h (de Brasília), no estádio Rose Bowl, em Los Angeles, com transmissões de ESPN 4 e da plataforma de streaming Star+.

Ainda não assina Star+?! Clique aqui para se inscrever e ter acesso a jogos ao vivo, séries originais e programas exclusivos da ESPN!

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês