CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Victor: aos 30 anos, a defesa mais importante da carreira

Pênalti rebatido no fim salvou o Atlético. Goleiro esperou o batedor se decidir

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 11h27 - Publicado em 31 Maio 2013, 09h41

A classificação do Atlético-MG para as semifinais da Copa Libertadores foi dramática – e a vaga só foi comemorada nos acréscimos do segundo tempo. O grande herói da noite foi o goleiro Victor, que defendeu um pênalti aos 46 minutos do segundo tempo, levando a fanática torcida atleticana às lagrimas nas arquibancadas do Estádio Independência (onde, aliás, a equipe continua invicta). Depois da partida, o jogador afirmou que nunca tinha vivido situação semelhante na carreira. “Fico feliz de ter contribuído da minha maneira. Já tenho 30 anos, mas nunca tinha vivido uma situação como essa. Hoje não fizemos um grande jogo, mas a sequência do trabalho tem sido boa, então precisamos tirar lições do jogo para buscar o título, que é tão esperado por todos”, afirmou.

Leia também:

Flu sofre virada em 5 minutos e está fora da Libertadores

Após maratona de pênaltis, Newell’s elimina o Boca

Victor defende pênalti com o pé e garante classificação do Atlético
Victor defende pênalti com o pé e garante classificação do Atlético VEJA

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês