Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Vettel quebra e Rosberg herda vitória em Silverstone

Após excelente largada, Massa teve problemas no pneu, mas conseguiu chegar em sexto

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 09h40 - Publicado em 30 jun 2013, 11h44

O alemão Nico Rosberg, da Mercedes, venceu o Grande Prêmio da Inglaterra, disputado na manhã deste domingo. O australiano Mark Webber, da Red Bull, ficou em segundo lugar e o espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, chegou na terceira colocação – o que diminuiu a diferença entre ele e o alemão Sebastian Vettel no campeonato.

O motivo foi o abandono de Vettel, da Red Bull, que liderava a prova até 10 voltas da bandeirada. Um problema mecânico estragou a corrida do atual tricampeão, que segue na ponta do Mundial com 132 pontos. Alonso tem 111 pontos e é o segundo colocado, enquanto o finlandês Kimi Raikkonen, quinto lugar na Inglaterra, é o terceiro com 98 pontos.

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, fez uma excelente largada, mas terminou apenas na sexta colocação. Ele saltou da 11ª posição para a quinta. O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, conseguiu defender a primeira posição e passou a ser perseguido por Vettel. Mas Hamilton e Massa sofreram com o pneu Pirelli: ambos, que estavam entre os líderes, tiveram o pneu traseiro esquerdo estourado na oitava e décima voltas, respectivamente.

Leia também:

Confira a classificação do Mundial de pilotos

Mark Webber abandonará Fórmula 1 no final da temporada

Obrigado a fazer sua primeira parada nos boxes em razão do defeito do pneu, Hamilton cedeu a liderança a Vettel, que foi seguido pelo compatriota Rosberg e pelo finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Sem correr grandes riscos, Vettel manteve a primeira colocação da corrida até a 42ª, quando seu carro parou repentinamente – o carro de segurança teve que entrar na pista para os fiscais retirarem o carro “estacionado” do tricampeão.

Leia ainda:

Novo trailer de ‘Rush’ mostra duelo entre Lauda e Hunt

Rosberg herdou a liderança, e o reinício da corrida aconteceu na volta 45. As últimas sete voltas finais foram eletrizantes. Então segundo colocado, Raikkonen foi ultrapassado por Webber e por Alonso, que completaram o pódio ao lado de Rosberg, que conseguiu segurar Webber nas últimas voltas.

A próxima etapa do Mundial de Fórmula 1 será o Grande Prêmio da Alemanha, marcado para o dia 7 de julho.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

(Com GazetaPress)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade