CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Vasco e Botafogo começam a decidir o título do Campeonato Carioca

No início do campeonato, poucos apostavam que Vasco ou Botafogo poderiam ser campeões cariocas de 2015. Com recursos escassos, as equipes reformularam seus planteis com nomes pouco conhecidos, exceção feita a alguns medalhões. Mas os dois times começam a decidir o Estadual neste domingo, a partir das 16 horas, no estádio do Maracanã, no Rio. […]

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 20h58 - Publicado em 26 abr 2015, 09h59

No início do campeonato, poucos apostavam que Vasco ou Botafogo poderiam ser campeões cariocas de 2015. Com recursos escassos, as equipes reformularam seus planteis com nomes pouco conhecidos, exceção feita a alguns medalhões. Mas os dois times começam a decidir o Estadual neste domingo, a partir das 16 horas, no estádio do Maracanã, no Rio.

Vencedor da primeira fase (Taça Guanabara), o Botafogo joga por dois empates para ser campeão. A equipe de General Severiano também tem a estatística a seu favor: nunca perdeu uma decisão estadual para o Vasco, que não ergue o troféu de campeão do Rio de Janeiro desde 2003.

A estatística, porém, não preocupa o técnico Doriva, que quer ser campeão para deixar o nome gravado na história vascaína, segundo ele mesmo declarou. Como acontecera antes das semifinais, fechou os treinos e não revelou o time que irá a campo. Mas deu indícios de que irá manter a formação que vinha atuando. “Não é momento de fazer nenhuma loucura. A equipe tem tido consistência importante. Vamos nessa linha”.

Assim, a única dúvida do treinador deve ficar no ataque. Gilberto vai para o jogo, mas seu companheiro ainda é uma incógnita. Rafael Silva, que vinha fazendo uma temporada irregular, firmou-se nas duas últimas partidas, mas tem a concorrência de Dagoberto, principal contratação do time e no ano e que, recuperado de lesão, “está pronto” nas palavras do treinador.

No Botafogo, a suspensão por doping imposta a Jobson na última sexta-feira atrapalhou o ambiente do time, mas não o ânimo pela busca do título. Os jogadores falam em conquistar o Estadual e dedicar ao atacante. Sem Jobson, Rodrigo Pimpão formará o ataque com Bill. Ex-jogador do Vasco, ele disse que não considera o confronto especial e prometeu comemorar caso marque algum gol. “‘Já enfrentei o Vasco duas vezes, e as duas acabei vitorioso”, comentou. “Tenho muito carinho, pois o Vasco me projetou no futebol junto com o Paraná, mas também tenho muito carinho pelo Botafogo”.

O técnico René Simões elogiou o jogador. “Pimpão é um dos jogadores mais inteligentes que temos no grupo. Um toque e ele entende o que é para fazer. Ocupa espaços ofensivos e defensivos”, avaliou o treinador.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês