Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

UFC tenta encontrar uma adversária para Ronda Rousey

Desafiantes Miesha Tate e Cat Zingano se enfrentam neste sábado, em Vegas

Por Da Redação Atualizado em 7 out 2021, 15h32 - Publicado em 9 abr 2013, 12h00

O UFC anunciou que a americana Ronda Rousey seria a primeira mulher campeã da categoria peso galo em dezembro de 2012. Dana White e sua trupe estão orgulhosos em promover o MMA feminino pelo mundo, mas o presidente do UFC esbarra em um problema que pode atrapalhar esse crescimento: o domínio de Ronda Rousey, que venceu suas sete lutas profissionais, todas com chave de braço no primeiro round, e está sem adversária à altura. Neste sábado, em Las Vegas, o UFC promove um duelo que busca encontrar alguém capaz de desafiar a campeã. As americanas Miesha Tate e Cat Zingano ficarão frente a frente – e a vencedora será a próxima rival de Ronda. Mais que isso, quem vencer o confronto será adversária da campeã como técnica da primeira edição feminina do reality show The Ultimate Fighter.

Leia também:

UFC 157: Ronda Rousey brilha, finaliza rival e faz história

Depois de sucesso de Ronda, brasileira é contratada pelo UFC

Dana White, quem diria, ironiza astros e elogia as pioneiras

Não será a primeira vez que Dana White usa o TUF para divulgar seu esporte pelos Estados Unidos. Em 2005, dois anos depois de ser nomeado presidente do UFC pelos irmãos Frank e Lorenzo Fertitta, o torneio estava afundado em dívidas, mas o atual presidente decidiu investir em um programa de televisão que aproximasse os lutadores dos telespectadores que achavam o MMA muito violento. O resultado foi tão positivo que o reality show está na 17ª temporada nos Estados Unidos e já realizou edições na Inglaterra, Suécia e Brasil.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

Rivalidade – A luta deste sábado entre Miesha Tate e Cat Zingano decidirá a adversária de Ronda Rousey como técnica da primeira versão feminina do The Ultimate Fighter – o programa também contará com participações de atletas masculinos. Ronda Rousey já enfrentou Miesha Tate em março de 2012, quando venceu com chave de braço no primeiro round e agora torce para Cat Zingano, que nunca foi derrotada, sair vencedora. “Estou de olho em ZIngano há algum tempo, é uma das poucas lutadores invictas no meu peso. Seria interessante se ela vencesse e surgisse outro nome conhecido entre as mulheres”.

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

Leia também:

Confira a entrevista exclusiva com Anderson Silva nos EUA

Conheça a academia ‘vip’ de Anderson Silva na Califórnia

Dana White se prepara para NY e já sonha com Olimpíada

UFC aperta cerco contra drogas que ajudam desempenho

  • Dana White, o chefão do UFC
  • As ring girls no UFC São Paulo
  • UFC: a ring girl Arianny Celeste na praia, no Rio
  • UFC SP: o que você não viu na TV
  • UFC: Anderson Silva em fotos exclusivas para VEJA
  • UFC Rio 3: o que você não viu na TV
  • UFC Rio 3: por dentro do evento
  • Ronda Rousey, a nova musa do UFC
  • UFC: Anderson Silva x Chael Sonnen
  • No octógono com Júnior Cigano, campeão do UFC
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade