CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

UFC 187: enfim, Belfort vai em busca de cinturão de Weidman

Além da disputa pelo título dos médios, evento deste sábado, em Las Vegas, definirá o sucessor de Jon Jones como campeão dos meio-pesados

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 20h30 - Publicado em 21 Maio 2015, 09h39

Vitor Belfort finalmente terá uma chance de voltar a ser campeão do UFC. O lutador brasileiro enfrentará o dono do cinturão dos médios (até 84 kg), o americano Chris Weidman, neste sábado, no UFC 187, em Las Vegas, nos Estados Unidos, em um confronto que demorou dois anos para se concretizar – o duelo já foi adiado três vezes, uma por doping do brasileiro, flagrado com índices elevados de testosterona, e duas por lesões recentes do americano.

Leia também:

UFC: Jon Jones perde o cinturão e é suspenso após ser preso

UFC anuncia ‘superevento’ com Belfort x Weidman em maio

UFC: Rafael dos Anjos vence Pettis e conquista o cinturão dos leve

Em março, Belfort foi oficialmente liberado pela Comissão Atlética de Nevada (NSAC) para o duelo, após passar por cinco exames antidoping. O brasileiro de 37 anos já havia sido punido pela entidade em fevereiro do ano passado, quando seus exames detectaram níveis de testosterona acima do permitido – a Terapia de Reposição de Testosterona (TRT), a qual Belfort se submetia com frequência, foi banida pela Comissão de Nevada posteriormente. Desta vez, Belfort passou por uma série de testes surpresa e todos deram negativo.

O lutador carioca só sentiu o gosto de ser o campeão do UFC por uma luta: em 2004, superou o americano Randy Couture e conquistou o cinturão dos meio-pesados. Seis meses depois, o próprio Couture lhe roubou o título na revanche. Desde então, Belfort seguiu perseguindo uma nova conquista em categorias diferentes, mas caiu duas vezes: em 2011, perdeu para Anderson Silva com um nocaute espetacular em duelo peso-médio, nos EUA, e, em 2012, foi derrotado pelo americano Jon Jones por finalização, no Canadá, entre os meio-pesados.

Belfort no entanto venceu três adversários duros em sequência – o inglês Michael Bisping e os americanos Luke Rockhold e Dan Henderson – e se credenciou para disputar o cinturão dos médios novamente. Em suas últimas entrevistas, diz ter realizado uma preparação muito rígida para o duelo e pronto para desbancar Weidman, que se apoderou do cinturão após duas vitórias sobre Anderson Silva.

Desfalque – O UFC 187, anunciado pelo chefão Dana White como um “superevento”, terá outra decisão de título: os americanos Daniel Cormier e Anthony Johnson lutam pelo cinturão dos meio-pesados de Jon Jones, que dominou a categoria desde 2011. Ele perdeu o título e foi suspenso por tempo indeterminado, depois de se envolver em um acidente de carro e fugir sem prestar socorro às vítimas – entre elas uma mulher grávida, que quebrou o braço. Dentro do carro de Jones foi encontrada maconha. Ele se entregou à polícia e ficou algumas horas na cadeia, liberado após pagar fiança de pouco mais de 7.000 reais. Seu corte do card decepcionou os fãs, mas a disputa de título dos meio-pesados foi mantida como a luta principal da noite.

UFC 187 – 23 de maio, em Las Vegas (EUA)

Card principal:

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anthony Johnson

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort

Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi

Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski

Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

Card prelimar:

Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky

Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim

Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo

Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff

Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington

Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev

Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

(Da redação)

Chris Weidman e Vitor Belfort no evento de divulgação da temporada 2015 do UFC, em Las Vegas
Chris Weidman e Vitor Belfort no evento de divulgação da temporada 2015 do UFC, em Las Vegas VEJA
Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade