CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

UFC 187: Belfort desafia Weidman e busca cinturão após 11 anos

Campeão dos meio-pesados em 2004, lutador carioca agora busca título dos médios e marca histórica neste sábado, em Las Vegas

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 20h28 - Publicado em 23 Maio 2015, 10h19

Vitor Belfort é um dos grandes nomes do MMA brasileiro, mas há onze anos luta para voltar a ser campeão do UFC. Neste sábado, o brasileiro de 38 anos terá mais uma chance (possivelmente a última), de reconquistar um cinturão, desta vez dos médios (até 84 quilos), diante do campeão, o americano Chris Weidman, no UFC 187, em Las Vegas (EUA). Haverá ainda outra decisão de título nesta noite: os americanos Daniel Cormier e Anthony Johnson lutam pelo cinturão dos meio-pesados, que era do suspenso Jon Jones, na luta principal da noite.

Weidman esnoba: “Anderson e Belfort jamais me venceriam”

UFC 187: Belfort, enfim, vai em busca de cinturão de Weidman

O duelo entre Belfort e Weidman, apimentado por declarações fortes de ambos os lados, demorou dois anos para acontecer – foi adiado três vezes, uma por doping do brasileiro, flagrado com índices elevados de testosterona, e duas por lesões recentes do americano.

Belfort só sentiu o gosto de ser o campeão do UFC por uma luta: em 2004, superou o americano Randy Couture e conquistou o cinturão dos meio-pesados. Mas seis meses depois o próprio Couture lhe roubou o título na revanche. Desde então, Belfort perseguiu o cinturão em categorias diferentes, mas caiu duas vezes: em 2011, perdeu para o compatriota Anderson Silva com um nocaute espetacular em duelo peso-médio, nos EUA, e, em 2012, foi derrotado pelo americano Jon Jones por finalização, no Canadá, entre os meio-pesados.

Bem antes, aos 19 anos, Belfort já havia vencido o torneio dos pesados em 1997, numa época em que o UFC ainda engatinhava. Como a organização não possuia as mesmas regras dos moldes atuais, o primeiro cinturão do lutador carioca não foi oficializado por Dana White. Ainda assim, caso supere Weidman, Belfort chegará a uma marca histórica: será o terceiro atleta do UFC a conquistar o título em duas categorias distintas, igualando os americanos Randy Couture e BJ Penn.

Cada vez mais provocador, Weidman, que é oito anos mais novo que o brasileiro, ironizou sobre o que fazia na última vez que Belfort foi campeão. “Acho que eu estava na barriga da minha mãe. Em 2004 eu estava me formando no primeiro grau e me preparava para a Divisão 1 do wrestling colegial. E não me lembro muito bem o que eu fazia em 1997.”

Belfort, no entanto, não se intimidou com as palavras e disse estar em forma e preparado para fazer história. “Estou no melhor momento da minha vida. Quais outros lutadores conseguirão deixar um legado parecido com o meu?”, disse, dias antes do duelo. O UFC 187 terá início às 19h (de Brasília) e a luta de Belfort será a penúltima da noite.

UFC 187 – 23 de maio, em Las Vegas (EUA)

Card principal:

Peso-meio-pesado: Daniel Cormier x Anthony Johnson

Peso-médio: Chris Weidman x Vitor Belfort

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Peso-leve: Donald Cerrone x John Makdessi

Peso-pesado: Travis Browne x Andrei Arlovski

Peso-mosca: Joseph Benavidez x John Moraga

Card prelimar:

Peso-mosca: John Dodson x Zach Makovsky

Peso-meio-médio: Josh Burkman x Dong Hyun Kim

Peso-médio: Uriah Hall x Rafael Sapo

Peso-palha: Rose Namajunas x Nina Ansaroff

Peso-meio-médio: Mike Pyle x Colby Covington

Peso-leve: Leo Kuntz x Islam Makhachev

Peso-mosca: Josh Sampo x Justin Scoggins

(Da redação)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês