CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Técnico fortalece parte física de Casemiro e Cícero e promete chance

Após atuações apáticas no começo do trabalho de Ney Franco, Casemiro e Cícero, que eram titulares com Emerson Leão, foram sacados não tiveram mais chance, só entrando no segundo tempo. O técnico, porém, garante que a situação é temporária, até para fortalecê-los fisicamente. No futuro, a dupla, como outros reservas, terá oportunidade segundo promessa do […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 21h33 - Publicado em 4 ago 2012, 08h03

Após atuações apáticas no começo do trabalho de Ney Franco, Casemiro e Cícero, que eram titulares com Emerson Leão, foram sacados não tiveram mais chance, só entrando no segundo tempo. O técnico, porém, garante que a situação é temporária, até para fortalecê-los fisicamente. No futuro, a dupla, como outros reservas, terá oportunidade segundo promessa do chefe.

‘O Maicon é titular porque ganhou a posição em campo e o Jadson está bem mais seguro por isso. Se daqui a três rodadas o Casemiro e o Cícero mostrarem que estão melhores, com números melhores, os titulares de agora vão para o banco. Sempre espero que todos do elenco, quando forem solicitados, respondam bem’, discursou Ney Franco.

Neste momento, o maior foco está em Casemiro. O treinador tinha no volante um homem de confiança dentro de campo na Seleção Brasileira sub-20 campeã sul-americana e mundial, e a expectativa de ambos era de reedição do sucesso no Tricolor. Na segunda chance que teve com Ney no clube, entrou no intervalo da derrota para o Atlético-GO e logo sofreu pênalti, mas pouco depois caiu de rendimento e não foi mais usado.

‘Conversei com meu auxiliar e meu preparador físico. Achei o Casemiro muito abaixo na parte física. Em Goiânia, ele entrou no segundo tempo e com 20 minutos já não estava correspondendo na parte física’, constatou o técnico. ‘Queremos recuperá-lo em todos os sentidos. Para estar bem na parte técnica, ele precisa estar bem fisicamente e estamos lhe dando base física para ele começar a jogar naturalmente.’O período de trabalho físico, porém, não o impede de ser usado. Ney Franco garante que, na sua programação, Casemiro entraria durante a vitória sobre o Bahia. Mas teve que trocar Luis Fabiano, machucado, por Willian José e ainda no primeiro tempo, quando optou por sacar Rodrigo Caio pelo risco de expulsão, preferiu João Schmidt a Casemiro. No segundo tempo, sacou João Filipe, com câimbras, para a entrada de Paulo Miranda.

‘Mas o Casemiro vai para o banco (no domingo, contra o Sport) e pode ser utilizado a qualquer momento. É um jogador que está nos meus planos desde quando cheguei. Tenho uma expectativa enorme de utilizá-lo’, assegurou, colocando Cícero exatamente nas mesmas condições.

‘Tenho conversado para colocar na cabeça dos atletas que temos duas competições na temporada, e nenhum time consegue disputar isso só com 11 titulares. Se sou questionado sobre Casemiro e Cícero e justifico de forma racional, é uma mostra que o São Paulo realmente tem elenco’, exaltou.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade