CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Técnico do Goiás celebra “mescla” e mira porcentagem da “garantia”

Um dos favoritos ao título da Série B do Campeonato Brasileiro, o Goiás parece ter, finalmente, engrenado. São seis jogos invicto, que o deixaram próximo ao G4. De acordo com o técnico do Esmeraldino, Enderson Moreira, o bom momento se deve à ‘mescla e à competitividade’ no grupo, fatores que já permitem o treinador fazer […]

Por Da Redação 19 jul 2012, 14h38

Um dos favoritos ao título da Série B do Campeonato Brasileiro, o Goiás parece ter, finalmente, engrenado. São seis jogos invicto, que o deixaram próximo ao G4. De acordo com o técnico do Esmeraldino, Enderson Moreira, o bom momento se deve à ‘mescla e à competitividade’ no grupo, fatores que já permitem o treinador fazer as contas para o tão sonhado acesso.

‘Nós temos uma mescla muito interessante: temos jogadores bastantes rodados, que têm experiência e maturidade, mas também temos jogadores jovens. Eu acredito muito nesta mescla. O futebol não tem uma receita de bolo. Interessam-nos jogadores que tenham objetivo, competitividade e que não gostem de perder. Acho que eles podem contribuir’, disse o comandante.

Enderson Moreira ainda explicou porque jogadores como Bruno Collaço, por exemplo, não têm chances. ‘São jogadores que estão muito bem, mas que não estão tendo oportunidades porque os outros não a oferecem. Mas são jogadores que durante a semana nos deixam muito satisfeitos, pela entrega e dedicação, e isso cria uma competitividade grande dentro do grupo’, revelou.Com 57,6% de aproveitamento no Nacional, o Goiás, sexto colocado, com 19 pontos, está perto da meta traçada pelo técnico para voltar à elite do futebol brasileiro. O treinador também vê possibilidade de queda de rendimento do líder da Série B, o Criciúma, que tem 78,8%, em determinados momentos da competição.

‘Dificilmente um time mantém 80% de aproveitamento, como o Criciúma tem. Vão acontecer momentos de queda, algo que aconteceu conosco no início. Pode acontecer com eles no meio ou até no fim do campeonato. Então, acho que, com 60 ou 65% de aproveitamento, temos garantia de poder conquistar a vaga na Série A e é em cima desses números que vamos trabalhar. Vamos buscar um aproveitamento perto disso’, finalizou Enderson Moreira.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês