CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Schumacher dá sinais de ‘progresso’, diz assessora

Sabine Kehm revelou que ex-piloto alemão teve momentos de consciência

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 20h31 - Publicado em 14 abr 2014, 14h18

Perto de completar quatro meses de internação após sofrer um grave acidente de esqui na estação de Méribel, na França, Michael Schumacher segue internado no Centro Hospitalar Universitário de Grénoble. Em entrevista à emissora alemã ARD, a assessora de imprensa do heptacampeão mundial de Fórmula 1, Sabine Kehm, voltou a dar notícias animadoras. “Ele tem curtos momentos de consciência e está mostrando pequenos sinais de progresso”, disse Sabine, que ainda revelou: “Há momentos em que ele está acordado e momentos em que ele está consciente. Claro, não sou médica, mas, clinicamente, tem uma diferença entre estar acordado e estar consciente, com o segundo significando a habilidade de interagir com o meio ambiente.”

Leia também:

Schumacher ‘já tem momentos de consciência’, diz família

Schumacher não está em estado vegetativo, diz assessora

Médico avisa: fãs de Schumacher devem se preparar para ‘o pior’

Schumacher apresenta ‘sinais encorajadores’, diz a família

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Schumacher está internado desde o dia 29 de dezembro e os médicos pouco têm falado sobre o estado de saúde do campeão. “O que mais entristece a família é ver a imprensa citando médicos que não estão tratando Michael e inverdades que são construídas a partir disso. Não quero dar detalhes em respeito à família, mas não temos nenhuma dúvida da habilidade dos médicos que estão tratando Michael. Eles são especialistas em suas áreas”, disse Sabine.

Leia também:

Schumacher ‘continua em fase de despertar’, diz assessora

Justiça arquiva a investigação do acidente de Schumacher

Massa visitou Schumacher. ‘Falei com ele, contei histórias’

Schumacher se lesionou quando foi esquiar com o filho, Mick, e um grupo de amigos na estação de Méribel, na França. O ex-piloto caiu e bateu a cabeça em uma rocha. Segundo apontaram as investigações da polícia de Albertville, Schumacher estava em uma parte da pista da qual não deveria ter acesso. O alemão foi levado foi levado ao hospital de helicóptero, sofreu um choque e horas mais tarde o traumatismo craniano sério e o coma foram confirmados. Ele já passou por duas cirurgias para reduzir a pressão intracraniana e para a remoção de coágulos. Os médicos não divulgam informações sobre a condição do paciente desde o dia 17 de janeiro, quando revelaram que Schumacher sofreu “lesões cranianas sérias e difusas” O estado dele é considerado “crítico, mas estável”.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade