CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

São Silvestre tem mais uma luta de brasileiros contra favoritos quenianos

Brasileiros correm mais uma vez no último dia do ano com a missão de dar ao país uma vitória na corrida mais tradicional do país

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 09h50 - Publicado em 31 dez 2014, 06h31

Brasileiros correm mais uma vez no último dia do ano com a missão de dar ao país uma vitória na São Silvestre, nesta quarta-feira, a partir das 8h40 (mulheres) e 9 horas (homens). Desde 2010, quando Marilson Gomes dos Santos venceu, os corredores africanos dominam a prova. Na disputa feminina, o jejum brasileiro é ainda mais longo. A última vitória de uma corredora do país foi em 2006.

As maiores apostas do Brasil no masculino recaem sobre Giovani dos Santos. Aos 33 anos de idade, o mineiro de Natércia nunca foi além da quarta colocação. Nos últimos três anos, ele tem chegado credenciado pela vitória na Volta da Pampulha, mas os resultados na corrida de Belo Horizonte não têm funcionado na São Silvestre.

Os principais rivais no pelotão de elite masculino são o etíope Tariku Bekele, campeão da prova em 2011, e o queniano Mark Korir, vice em 2013.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês