CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Rogério Ceni marca golaço de falta em jogo-treino contra Super 20

Se já demonstra há meses estar bem próximo da recuperação de cirurgia no ombro direito, Rogério Ceni provou nesta quinta-feira que continua com qualidade.

Por Da Redação Atualizado em 11 jan 2022, 10h14 - Publicado em 19 jul 2012, 17h58

Se já demonstra há meses estar bem próximo da recuperação de cirurgia no ombro direito, Rogério Ceni provou nesta quinta-feira que continua com qualidade nas cobranças de falta. O goleiro bateu com estilo e fez um dos gols da vitória por 6 a 4 dos reservas contra um combinado com maioria de atletas com idade acima dos 20 anos.

Na cobrança, realizada de perto da meia-lua, o camisa 01 bateu com precisão no ângulo esquerdo do goleiro adversário, que nem se mexeu. Mas, apesar do gol e da expectativa, o jogador de 39 anos não deve atuar no domingo, contra o Figueirense, deixando sua estreia na temporada para o dia 29, contra o Flamengo, no Morumbi.

Debaixo do gol, o ídolo exibe desenvoltura. Como já tem feito nas últimas semanas, o veterano cai dos dois lados sem demonstrar incômodo. O arqueiro levou três gols do combinado chamado no clube de ‘Super 20’, mas não teve culpa em nenhum dele

O único que ele tinha reais condições de defender, optou por não se complicar em uma dividida. Paulo Miranda tentou recuar para Luiz Eduardo e acabou deixando a bola no pé de um rival. Rogério Ceni só pararia o garoto com falta e escolheu nem esticar a perna, permitindo ser driblado. Na parte final do treino, o ídolo deixou Leonardo no gol.

Os gols sofridos pelo camisa 01, na verdade, são consequência da má atuação da defesa no time que iniciou com Rogério Ceni; Paulo Miranda, Luiz Eduardo e Edson Silva; Lucas Farias, Denilson, Casemiro, Maicon e Henrique Miranda; Ademilson e Willian José. Destes, Denilson é o único confirmado entre os titulares no domingo: cumpriu suspensão contra o Vasco e volta no lugar de Rodrigo Caio, expulso.

Os outros gols dos profissionais foram marcados por Maicon, Lucas Farias, Ademilson e Willian José, que fez dois. O Super 20 começou a atividade com Léo; Danilo, Marcelo, Carlos e Diogo; Flávio, Allan, Régis e Dener; Bruno Anjos e Júlio César.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 12,90/mês