Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Pressionado, São Paulo encara Danubio no Morumbi

Equipe brasileira precisa vencer para não deixar os concorrentes abrirem vantagem no ‘grupo da morte’ da Libertadores

Por Da Redação Atualizado em 29 set 2021, 22h09 - Publicado em 25 fev 2015, 10h05

Apenas a vitória interessa ao São Paulo na noite desta quarta-feira diante do Danubio, do Uruguai. Jogando no Morumbi, a equipe brasileira precisa se recuperar da derrota para o rival Corinthians na estreia para se manter na briga por uma vaga no Grupo 2, o mais equilibrado da primeira fase da Copa Libertadores. A partida decisiva para o São Paulo começa às 22h (de Brasília).

Leia também:

Presidente do São Paulo quer setor com torcida mista em clássico na Libertadores

Árbitro irá processar Ganso por ofensas no Itaquerão

Presidente do São Paulo exige título de Muricy: ‘Montamos o time que ele quis’

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade

O último treino antes do jogo teve a presença até da alta cúpula do clube. O presidente Carlos Miguel Aidar e o vice de futebol Ataíde Gil Guerreiro acompanharam toda a atividade sentados no banco de reservas. O técnico Muricy Ramalho comandou uma atividade tática, com ênfase no posicionamento em bolas aéreas defensivas. O São Paulo enviou um espião para acompanhar a estreia do Danubio contra o San Lorenzo – derrota por 2 a 1 em Montevidéu – na semana passada, e acredita que terá pela frente uma forte retranca.

Ao contrário do que fez na estreia, Muricy optou pela escalação de dois meias (Michel Bastos e Paulo Henrique Ganso) com Luis Fabiano e Alexandre Pato no ataque. Destaque do time no Paulistão, Pato fará sua estreia na competição, já que não pôde enfrentar o Corinthians, dono de seu passe, por questões contratuais. Quando se perde um jogo em uma estreia de Libertadores e em um clássico, isso fica marcado. Mas agora o time tem que reagir”, afirmou o artilheiro do Estadual.

O São Paulo inovou na preparação para a partida ao dispensar os atletas da concentração. O time só se apresentará para o almoço, ao meio-dia, e na sequência irá descansar até o horário de sair para o estádio. Muricy decidiu liberar os jogadores nesta terça-feira e tomou a decisão por considerar que o rendimento não será alterado e também por confiar no compromisso dos jogadores com a partida.

O Danubio vem de derrota no fim de semana pelo Campeonato Uruguaio e tem um elenco jovem. A média de idade é de apenas 21 anos e a equipe vai fazer o primeiro jogo desde a saída de um dos principais jogadores. O lateral-esquerdo Cotugno, da seleção uruguaia sub-20, foi negociado com o futebol russo. Corinthians e San Lorenzo lideram o Grupo 2 com três pontos.

Em busca do tricampeonato, o Cruzeiro também vai a campo nesta quarta-feira, às 22h. O atual bicampeão brasileiro estreia na competição e enfrentará o Universitário, da Bolívia, além dos temidos 2.800 metros de altitude de Sucre, o local da partida.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade