Clique e receba em casa a partir de R$ 14,90/mês

Pressionado, Palmeiras começa a decidir sobre voto direto

Conselho do clube discute mudança no estatuto. Torcida fará manifestação

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 09h37 - Publicado em 1 out 2012, 10h01

Em 2013, a sucessão de Arnaldo Tirone será definida no formato atual, só com votos dos conselheiros

Em meio à luta contra o rebaixamento no Brasileirão, o Palmeiras pode dar na noite desta segunda-feira um passo importante para evoluir fora das quatro linhas do campo. O Conselho Deliberativo do clube votará sobre a adoção de eleições diretas para presidente a partir de 2015. Os conselheiros já sabem que enfrentarão uma forte pressão para a alteração no estatuto. Uma manifestação convocada através das redes sociais deve cobrar a aprovação à mudança. A reunião do Conselho está marcada para começar às 19 horas. Apesar da expectativa, a mudança ainda não será definitiva, ainda que seja aprovada pelos conselheiros.

Por causa de um acordo com o presidente do Conselho Deliberativo, José Ângelo Vergamini, o formato não será usado no próximo pleito, marcado para janeiro de 2013. As diretas só poderão ser utilizadas a partir da votação seguinte. Após avaliação do Conselho Deliberativo, a Assembleia Geral de Sócios dará seu parecer sobre as eleições diretas em novembro. A medida restringe o poder de decisão dos conselheiros. No começo de 2013, a sucessão de Arnaldo Tirone será definida no formato atual. Os quase 300 conselheiros do clube seguem como os únicos com direito a voto.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade
Publicidade