ASSINE PLACAR DIGITAL NO APP POR APENAS R$ 6,90/MÊS

Portuguesa derrota o lanterna Figueirense por 2 a 0

Por AE São Paulo – A Portuguesa venceu o Figueirense por 2 a 0, neste sábado, no estádio do Canindé, em São Paulo, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi importante no seu planejamento de se distanciar da zona do rebaixamento, mesmo porque superou um time que vai lutar contra a degola. Com […]

Por Da Redação Atualizado em 8 out 2021, 17h11 - Publicado em 4 ago 2012, 22h58

Por AE

São Paulo – A Portuguesa venceu o Figueirense por 2 a 0, neste sábado, no estádio do Canindé, em São Paulo, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado foi importante no seu planejamento de se distanciar da zona do rebaixamento, mesmo porque superou um time que vai lutar contra a degola. Com 16 pontos, a equipe paulista foi para a 12.ª posição, deixando o Figueirense com apenas oito pontos, na lanterna.

A exemplo da rodada passada, quando a Portuguesa bateu o Náutico por 3 a 1, no Canindé, este jogo era considerado de “seis pontos”. Dos 21 pontos disputados em casa, o time paulista conseguiu somar 13.

Mas nem a disposição do técnico Geninho em “correr o risco” de atuar com três atacantes deu certo para a Portuguesa no primeiro tempo. “Jogando em casa, nós precisamos arriscar mesmo”, ratificou o treinador. Heverton encostou em Ananias e no estreante Bruno Mineiro, vindo do Atlético Paranaense, mas a equipe insistiu nas penetrações pela centro do ataque, facilitando a marcação adversária, armada em duas linhas de quatro.

Sem explorar as beiradas do campo, sem “trabalhar” a bola e errando passes em demasia, a Portuguesa praticamente não exigiu do goleiro Ricardo. Por outro lado, o Figueirense ficou sem a opção do contra-ataque e tentou algumas vezes a ligação direta com o uruguaio Loco Abreu. Mas nenhuma deu certo.

Como se tivesse recebido um “choque elétrico” nos vestiários, a Portuguesa voltou diferente para o segundo tempo, explorando bastante a velocidade. Isso atrapalhou o sistema de marcação do time catarinense. Aos 9 minutos, a equipe paulista abriu o placar. Marcelo Cordeiro cobrou falta na frente da área, encobrindo a barreira. O goleiro Ricardo rebateu para frente e Bruno Mineiro mostrou oportunismo ao bater de primeira.

Atrás no placar, o Figueirense teve que sair mais, inclusive com a entrada do atacante Aloísio no lugar do meia Pittoni. Dida “salvou a pátria” da Portuguesa aos 19 minutos, em um chute cruzado de Aloísio. Sob pressão, aos 22, Geninho reforçou a marcação com a entrada do volante Boquita na vaga do meia Heverton.

No minuto seguinte, a Portuguesa ficou com um jogador a mais em campo porque o lateral-esquerdo Guilherme Santos fez falta violenta e desnecessária sobre Ananias e foi expulso. O time catarinense perdeu força ofensiva, enquanto o paulista preferiu tocar a bola e garantir a vitória. Aos 41 minutos, no único contra-ataque que acertou, a Portuguesa ampliou. Marcelo Cordeiro lançou Moisés em velocidade. Ele se atirou no chão para tocar para Ananias, que driblou Doriva e chutou forte.

A 15.ª rodada será disputada no meio de semana. Na próxima quarta-feira, a Portuguesa vai enfrentar o Bahia, em Salvador, a partir das 20h30. O Figueirense vai receber o Flamengo, a partir das 21h50.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA 2 x 0 FIGUEIRENSE

PORTUGUESA – Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva, Moisés e Heverton (Boquita); Ananias e Bruno Mineiro (Rodriguinho). Técnico: Geninho.

FIGUEIRENSE – Ricardo; Doriva, Fred, Anderson Conceição e Guilherme Santos; Jackson, Túlio (Coutinho), Guilherme Lazaroni e Pittoni (Aloísio); Caio (Júlio César) e Loco Abreu. Técnico: Hélio dos Anjos.

GOLS – Bruno Mineiro, aos 9, e Ananias, aos 41 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Anderson Conceição, Loco Abreu e Aloísio (Figueirense).

CARTÃO VERMELHO – Guilherme Santos (Figueirense).

ÁRBITRO – Sandro Meira Ricci (Fifa/PE).

RENDA e PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade