CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Pistorius tem tendências suicidas desde morte da namorada

De acordo com relatório, atleta paralímpico foi gravemente traumatizado pelo episódio e sofre de depressão

Por Da Redação Atualizado em 6 out 2021, 15h03 - Publicado em 2 jul 2014, 15h35

Psiquiatras que acompanham o atleta paralímpico Oscar Pistorius afirmam que ele tem ‘tendências suicidas’ desde a morte da namorada, em fevereiro de 2013. Eles dizem ainda que o sul-africano estava são no momento em que matou Reeva Steenkamp.

Leia também:

‘Ele chorava muito, sofria’, diz testemunha do caso Pistorius

Promotor diz que Pistorius ajustou mira antes de atirar

Promotor força Pistorius a ver foto da cabeça de Reeva

O advogado Barry Roux fez questão de ressaltar outro trecho do relatório dos psiquiatras: “Pistorius foi gravemente traumatizado pelos acontecimentos de 14 de fevereiro de 2013. Atualmente sofre de um transtorno de estresse pós-traumático e de um profundo transtorno depressivo”, afirma o documento.

Leia também:

Julgamento é adiado para maio

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Pistorius: ‘Estava tentando proteger Reeva… Peço perdão’

Pistorius vomita durante a descrição da autópsia de Reeva

Pistorius é acusado pela morte de Reeva Steenkamp, mas ele alega que foi um acidente. A acusação afirma que ele atuou de maneira deliberada, em um ataque de raiva.

“Pistorius é tratado e recebe acompanhamento de psiquiatras e psicólogos por seu estado atual. Sem tratamento médico apropriado, seu estado pode sofrer um agravamento e isto aumentaria o risco de suicídio”, disse Barry Roux.

(Com agência AFP)

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Impressa + Digital no App

a partir de R$ 14,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital no App

a partir de R$ 9,90/mês